Prefeito revela o que pensa e planeja de importante para o sorocabano

CrespoDedaQ

Kiko Pagliato (ao centro), o prefeito (à direita) e eu durante o Jornal da Ipanema na manhã de hoje

O prefeito Crespo foi o entrevistado de hoje (06/06) no Jornal da Ipanema (FM 91,1Mhz) na entrevista quinzenal que concede às emissoras de rádio de Sorocaba – uma na sede das emissoras e outra no seu gabinete – e ocupou todo o espaço da coluna O Deda Questão. Ele falou não escondeu sua admiração com o governador, mas foi duro com ele; criticou o DER; falou em construir uma praia (tipo Piscinão de Ramos) onde hoje é área invadida no parque Vitória Régia; revelou que a radioterapia da Santa Casa volta a funcionar na semana que vem; disse que se encontrou com juízes pedindo que ele dêem sentenças ao Estado e União e não somente à prefeitura; afirmou ainda que recebeu sinal verde para que o CHS (Conjunto Hospitalar de Sorocaba) venha para o município como ele falou em campanha.

Alckmin está “lerdo e só pensa naquilo”

“Sou a favor do governador. Quero que ele seja presidente, se for candidato. Mas quero que ele governe”, defendeu. “Confio no governador. Só que o governo é muito lerdo. Lerdo demais. Ele só pensa naquilo (ser candidato a presidente da república em 2018”.

DER trabalha a “passos de tartaruga”

Crespo criticou a atuação do DER, responsável pelo trecho que precisa ser duplicado na a rodovia Emerenciano Prestes de Barros (SP-97) onde começou a funcionar precariamente o fluxo para 10 mil pessoas pela estrada estadual em razão de terem se mudado para o residencial Carandá e que terá o dobro do fluxo em razão do Alto do Ipanema: “O governador já autorizou a duplicação até Porto Feliz, ou pelo menos à Castello Branco, mas não passou a ordem de serviço. O DER concluiu a licitação. As obras começaram esses dias, a passos de tartaruga. Gosto do DER, é um órgão importante, mas trabalha lerdo demais diante da opinião pública. Essa obra não é tão grande”.

Piscinão de Ramos em Sorocaba

Num outro trecho, o prefeito Crespo revelou que está planejando fazer uma praia das áreas invadidas dos bairros Vitória Régia 2 e 3. De acordo com o prefeito, o intuito é fazer um “piscinão”, como o conhecido “Piscinão de Ramos”, no Rio de Janeiro. Ele explicou que o projeto está sob coordenação do secretário de Meio Ambiente, Parques e Jardins, Jessé Loures. “Ficamos preocupados porque lá é um local que inunda dentro das casas. A solução que o governo dará é, amigavelmente, retirar todas as famílias oferecendo um condomínio melhor que aquilo”, disse.

CHS poderá ser municipal

Os hospitais estaduais Leonor Mendes de Barros e Lineu Mattos Silveira podem começar a ser geridos pelo município de Sorocaba. A sinalização de que isso (que foi anunciado na campanha eleitoral) pode ocorrer foi dito hoje também. Crespo disse que houve sinal verde do secretário de Saúde do Estado, David Uip, para que a mudança seja concretizada. Para isso, Crespo disse que mantém conversa com Dom Odilo Scherer, Cardeal de São Paulo, presidente da Fundação São Paulo (FSP), mantenedora da PUC – Faculdade de Medicina, com o padre Rodolfo Pesarollo (executivo da FSP) e com padre Tadeu Rocha de Moraes, da Catedral Metropolitana de Sorocaba e que vai também falar com o dom Julio Akamine, o arcebispo sorocabano, para não ter oposição”.

Radioterapia em 15 de junho

Durante a transmissão ao vivo feita no Facebook do Jornal Ipanema, internautas questionaram o prefeito Crespo sobre quando deve começar o atendimento em radioterapia na Santa Casa de Sorocaba. O prefeito cobrou, ao vivo, uma data do secretário da Saúde, Rodrigo Moreno, que mandou mensagem ao prefeito dizendo que o atendimento em radioterapia, radiografia e mamografia está previsto para começar a partir do dia 15 de junho.

Sentença à União e Estado

Num outro momento da entrevista, quando se referiu as ações sofridas pela prefeitura para que abra vaga em creche e dê remédio de alto custo, homecare e até vaga de internação, sentenças que partem dos juízes, ele disse que esteve reunido com juízes do Estado e Federais pedindo que eles também deem sentença contra a União e Estado, que são mais ricos do que o Município, e não apenas contra a prefeitura.