Prefeitura faz ações da época da ditadura para resgatar valores éticos

A Secretaria da Educação da Prefeitura de Sorocaba promoveu na manhã desta segunda-feira (3), a cerimônia de estreia do ato cívico com hasteamento de Bandeiras e canto dos Hinos nacional e de Sorocaba. Uma prática, segundo o prefeito Crespo, que será obrigatória em todas as escolas municipais de Sorocaba.

O objetivo, explica o prefeito, é o “resgate de valores muito importante para a sociedade para fomentar o fortalecimento de valores importantes aos nossos cidadãos”. O segundo ato, nessa busca, é repaginar as matérias de OSPB e Educação Moral através da implantação do projeto de Ética, Solidariedade e Cidadania nas escolas, “a fim de promover cada vez mais o respeito entre as pessoas em nossa cidade”, diz o prefeito.

O secretário da Educação, André J. Gomes, ressalta que o ato cívico “pretende alcançar sobretudo as crianças para a valorização maciça deste movimento cívico e o fortalecimento dos nossos símbolos pátrios”.

Ambas ações (hino e aula temática) são características da escola brasileira no período da ditadura militar (1964 – 1985). Há maneiras diferentes para se resolver o problema em pleno século 21 que sejam diferentes das usadas para resolver o mesmo problema nos idos de 70 do século 20, em que pese o problema seja o mesmo: falta de civismo. Aliás, cabe a pergunta: o que é civismo nos dias de hoje? O prefeito e o secretário estão convencidos que o problema é o mesmo e a solução também. Entendo que o problema é outro e a solução também.

Comentários

Leia também