Prefeitura faz parceria com ONG dos Estados Unidos para tentar recuperar drogado

O presidente da Câmara de Vereadores de Sorocaba, Rodrigo Manga, há décadas trabalha em projetos de combate ao uso de drogas e de recuperação de drogados. Seu trabalho lhe rende milhares de pedidos de ajuda. Sua ação mais recente está ligada com a criação do Cadeq (Centro Atenção ao Dependente Químico) que funciona com o dinheiro de doação de empresas e voluntários, sem o dinheiro público, e busca ajudar especialmente a família de um dependente a como lidar com ele.

Simultaneamente, a Prefeitura de Sorocaba acaba de anunciar que estabeleceu uma parceria internacional com a ONG CADCA – Organização Não-Governamental Coalizões Comunitárias Antidrogas da América, fundada em 1992 e líder na prevenção ao abuso de substâncias químicas. A ONG CADCA oferece treinamento para formação e o desenvolvimento de Coalizões Comunitárias em busca de apoio necessário para que se tornem mais fortes, eficientes e capazes de manter uma redução efetiva nos índices de abuso de substâncias em suas populações.

São ações complementares ou concorrentes?

A pergunta cabe pelo histórico político de atritos (que culminou com a cassação, por 42 dias, do mandato do prefeito Crespo) entre o chefe do Legislativo e do Executivo. Embora, estejam na fase de paz e amor, a verdade é que a relação entre Manga e Crespo é absolutamente tensa.