Prefeitura inicia geoprocessamento e diz que é para planejamento

Com o argumento de melhor realizar o planejamento urbano, a execução e avaliação de políticas públicas, a Prefeitura de Sorocaba vai contar com uma ferramenta que disponibiliza dados geográficos e mapeamento digital de alta qualidade e confiabilidade: Sistema de Geoprocessamento, “um moderno instrumento tecnológico de mapeamento digital que, conforme a secretária de Planejamento e Projetos, Mirian Zacareli, teve início no último sábado, com objetivo de dotar o Município de informações e dados seguros sobre todos os 450 quilômetros quadrados que compreendem o território sorocabano”, explica nota da prefeitura.

O trabalho vem sendo feito pela empresa Aerocarta S/A Engenharia de Aerolevantamento e “é considerado pelo prefeito Crespo de extrema importância para o planejamento de ações e projetos pelo Poder Público Municipal. Isso porque mostra, por meio de imagens aéreas, várias informações relacionadas aos setores de saúde, educação, economia, infraestrutura, meio ambiente e, futuramente, rural”.

Ao longo de um ano, a empresa realizará diversos serviços, que incluem ainda a produção de mapas ou cartas topográficas, a partir de fotografias aéreas; representações fotográficas da região da superfície terrestre, na qual todos os elementos apresentam a mesma escala, livre de erros de deformações, abrangendo todo o território do município.

Outro serviço que será realizado será a captação de fotografias digitais das fachadas dos imóveis existentes em Sorocaba, por meio de um mapeamento veicular. Ou seja, o mapeamento será realizado por um veículo equipado com seis câmerasfotográficaa digitais integradas com sistema GNSS/INS (Global Positioning System/Inertial Navigation System), que registrará automaticamente os pontos georreferenciados de captação de cada foto. Serão obtidas fotografias digitais das fachadas de todas as unidades territoriais e edificadas que abrange a área das 275 mil unidades imobiliárias, de modo contínuo, existentes em todos os logradouros públicos e loteamentos. Também será realizado o recadastramento das unidades imobiliárias, logradouros e face de quadras do município.

Tomada de decisões

“A realização do georreferenciamento, ou geoprocessamento, como também é chamado, será importantíssimo, pois vai contribuir para que possamos planejar Sorocaba. Ele é uma ferramenta que permite enxergarmos a cidade de uma forma real, como ela é, e a cidade legal, como deve ser, de forma planejada, dotada de todos os equipamentos necessários para atender a população”, explicou a secretária.

A titular da Seplan explica ainda que esse serviço também de uma ferramenta imprescindível para a tomada de decisões por parte da Administração municipal, servindo de apoio para o planejamento, execução e avaliação de políticas públicas, por meio da combinação de dados e informações possibilitadas por meio de imagens de satélite da área urbana. “Com o georreferenciamento, teremos condições de disponibilizar informações importantes sobre as principais necessidades da população, como centros de saúde, escolas, drenagem, asfalto e outras benfeitorias”, explicou.

Com o geoprocessamento é possível, por exemplo, saber se os alunos matriculados na escola são moradores da vizinhança; concluir que há vagas disponíveis para crianças de outros bairros ou, constatar que há necessidade de ampliar a escola; prever interferências da escola no sistema viário. Até mesmo linhas de ônibus serão possíveis serem planejadas pelo georreferenciamento, no sentido de atender melhor o usuário.

No Brasil, quase todas as capitais e municípios mais populosos, explica a secretária, utilizam as ferramentas e mantém equipes dedicadas ao geoprocessamento. “Considerando que quaisquer ações da Prefeitura interferem no território, é natural que o geoprocessamento seja o principal instrumento de apoio à tomada de decisões, nas várias frentes de trabalho da administração municipal. Não tenho dúvida de que o georreferenciamento é uma das maiores ferramentas que a prefeitura tem para planejar a cidade”, concluiu a secretária Mirian Zacareli.

Comentários

Leia também