Prisões ocorrem dias após chegar às redações da imprensa sorocabana carta apócrifa colocando em dúvida trabalho do delegado seccional

O delegado Seccional Marcelo Carriel, o assistente Alexandre Cassola e o delegado de plantão, Pedro Luiz Dalboni explicaram os trâmites administrativos para transferência. Fasiaben e Ademir para a Delegacia Seccional e dela para o Centro de Detenção Provisória de Sorocaba (CDP).

A curiosidade é que há duas semanas as redações da imprensa sorocabana receberam carta apócrifa colocando em dúvida o trabalho do delegado seccional Marcelo Carriel. Na época falei com Carriel sobre os números e ele disse que não eram verdadeiros e deixou no ar que havia alguma razão não explícita para tentar barrar o trabalho que ele vinha fazendo. Hoje o próprio Carriel me disse que não poderia fazer este tipo de comentário, mas eu que poderia. Ou seja, está evidente uma guerra nos bastidores da Polícia Civil.