Qual é a enorme burrada que o chefe de gabinete do prefeito está indo consertar no Saae?

O prefeito Pannunzio anunciou o economista Rodrigo Maldonado (que exercia o cargo de secretário-chefe do Gabinete do Poder Executivo) como o novo diretor-geral do Saae (Serviço Autônomo de Água e Esgoto) no começo da noite de terça-feira (18/08). Desde então, muitos leitores, ouvintes e colegas jornalistas tem me feito perguntas a respeito, todos desconfiados de que há algo por trás desta nomeação. Me reservo o direito de não dizer o nome, mas um colega jornalista me dirigiu a seguinte pergunta: “Benette, em nome da velha amizade, me dá uma dica: Qual é a enorme burrada que o chefe de gabinete do prefeito está indo consertar no Saae?” Minha resposta foi um KKKKKKKKKK. Nossa conversa foi via whattsapp, por isso esse linguajar. Disse que não tem nada no Saae além da denúncia do ex-corregedor sobre o combustível. Meu amigo, provoquento que é, falou: Benette, sai do muro por um minuto e me dá o caminho. Pelos velhos tempos hahahaha”. Eu afirmei que ele colocou o Rodrigo pela confiança em seu assessor. E meu amigo insistiui: “Ah não deve ser só isso. Além do mais, esse lance do combustível é nada perto das coisas que já aconteceram no Saae”. Eu falei que o engenheiro Adhemar José Spinelli Júnior (que volta a ocupar o seu cargo técnico de carreira) foi muito bonzinho e as pessoas se aproveitaram e o Saae não deslanchou. Lembrei que Toni Silveira (secretário da Mobilidade Urbana) estava num ritmo e Adhemar em outro e que o prefeito viu que um funcionário de carreira, quando chefe, não tem a mesma pegada de um chefe de fora, afinal sem o cargo ele volta a ser colega de quem está chefiando. Enfim, falei, que para notícia é ruim, afinal o senso comum da sociedade espera que o político roube, quando não aparece nada (e uma mudança como essa acontece) fica todo mundo com a orelha em pé. E conclui dizendo que eu sigo na mesma, ou seja, se der problema eu publico. Meu amigo me largou falando sozinho, achando que eu estou escondendo algo dele, querendo dar algum furo sozinho. Confesso que gosto quando publico algo aqui ou falo na rádio antes que todo mundo, faz parte da vaidade da profissão. Mas de verdade não escondo nada. Rodrigo é da confiança do prefeito e foi lá acelerar as obras do Saae. Se foi para fazer algo diferente, pode demorar um pouco, mas alguém sempre fica sabendo.

Outro ponto que gerou desconfiança entre as pessoas com quem conversei sobre a nomeação de Rodrigo Maldonado na direção geral do Saae é a formação dele, economista. O prefeito já colocou um economista (Toni Silveira) à frente da secretaria de Mobilidade e agora coloca outro no Saae. Um economista não entende nada de água. O que mais ouvi é que o prefeito deixa a impressão que prefere um amigo a um técnico com conhecimento técnico para uma área tão sensível quanto o gerenciamento da água e esgoto do município. Lembrei que Maldonado já enfrentou a mesma desconfiança quando acumulou o controle da Comunicação do prefeito e que a gestão daquilo que é público, a experiência tem demonstrado, é preferível que esteja nas mãos de um amigo do que de um técnico. Só o tempo vai dizer se o prefeito acertou.

Comentários

Leia também