Representantes de cinco estratos sociais de Sorocaba externam apoio ao recém nomeado diretor da AgemSor, que tem função executiva na Região Metropolitana de Sorocaba

O economista sorocabano Geraldo César Almeida tem a responsabilidade de colocar em funcionamento a AgemSor (Agência de funções executivas na Região Metropolitana de Sorocaba). Há duas semanas ele foi nomeado para o cargo e não sabe se continuará nele quando o atual governador deixar o cargo para concorrer à presidência da República e o atual vice-governador assumirá o comando do estado.

Ex-secretário de Desenvolvimento Econômico da Prefeitura de Sorocaba entre 1º de janeiro de 2013 e 31 de dezembro de 2016, onde chegou a acumular o cargo da Secretaria das Relações do Trabalho na gestão Pannunzio, Geraldo concedeu sua primeira entrevista hoje na coluna O Deda Questão no Jornal Ipanema (FM 91,1Mhz).

Ele explicou que no momento está abrindo conta em banco e procurando uma sede, deu as diretrizes do seu trabalho, que será técnico, sendo responsabilidade dos prefeitos das 27 cidades que fazem parte da Região Metropolitana as ações políticas.

Didático ao falar, graças a sua larga experiência na universidade como professor, o ponto principal da entrevista, em minha avaliação, foi a manifestação espontânea de representantes de 5 estratos sociais de Sorocaba dando apoio a Geraldo César Almeida em sua nova função.

Prefeitura – Róbson Coivo, secretário de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Renda: “Desejo muita sorte nessa nova empreitada e me coloco à disposição do novo diretor executivo da Agência da Região Metropolitana no sentido de fazer ela acontecer”.

Câmara Municipal – Hudson Pessini, vereador: “Fiquei feliz pela nomeação do meu amigo Geraldo. Uma pessoa de visão ampla e voltada sempre para o desenvolvimento”.

Comércio – Alberto Cépil, que está concluindo sua gestão à frente da Associação Comercial de Sorocaba: “Parabéns ao professor Geraldo de Almeida, um grande visionário, que teve reconhecimento por focar um trabalho regional e fazer acontecer”.

Transporte – Rogério Cruz , presidente da Associação de Sorocaba e Região dos Motoristas por Aplicativos Privados: “Há a possibilidade de contribuirmos com a visão dos operadores desta classe de transporte na construção desse modelo da Agência Metropolitana; nos colocamos à disposição em relação a atuações das star-up de mobilidade para a contribuição do crescimento da Região Metropolitana”.

Ex-aluno – Mário Mascarenhas, aluno de Geraldo na segunda turma de economia da Uniso: “Professor Geraldo tem capacidade para vencer esse desafio e competência para colocar em funcionamento a função executiva da Região Metropolitana”.

Comentários

Leia também