Secretário da Saúde mantém o bom humor em meio a austeridade implementada pelo Cotim na prefeitura

O Cotim (Comitê de Otimização do Gasto Publico) da Prefeitura de Sorocaba segue dando as diretrizes para a execução orçamentária da administração do prefeito Pannunzio e articulando a integração, agilidade e qualidade nos gastos públicos. Formado pelos secretários de Planejamento e Gestão (Edsom Ortega), de Finanças (Aurílio Caiado) e da Administração (Roberto Juliano), o Cotim é coordenado por Ortega e, por isso mesmo, ele é o maior alvo das críticas. Semanas atrás relatei que p secretário da Saúde, Francisco Antônio Fernandes, o Chicão, conhecido por sua paciência e educação, também havia deixado clara sua insatisfação com o papel de Ortega e do Cotim. Hoje (23/05), como faço pelo menos a cada dez dias, estive no Paço Municipal. Era hora do almoço e resolvi comer no restaurante do térreo. Lá estavam em uma mesa o secretário Ortega e o secretário de Governo, João Leandro da Costa Filho. Educados, com espaço na mesa, eles me convidaram para me sentar com ele. Logo em seguida quem também chegou para comer foi o secretário da Saúde, Chicão, também convidado sentou-se à mesa. O assunto, obviamente, foram brincadeiras sobre o que falar para não virar notícia em O Deda Questão. Um clima de cordialidade, informalidade e alto astral. O que gostei foi o clima de bom humor do secretário Chicão. Ele disse assim quando todos já estavam em pé e na fila para pagar pela comida: terminado o almoço, ele colocaria o quimono (roupa de lutados de judô) para dividir o tatame (local onde se disputa a luta judô) com Ortega. Ambos seguiam para mais uma reunião do Cotim.