Sorocaba avança em ranking e prefeito tenta capitalizar o bom momento

De acordo com o levantamento efetuado pela Urban Systems (empresa referência em inteligência e consultoria de mercado) em seu ranking das 100 Melhores Cidades do Brasil para se Fazer Negócios, edição 2018, publicado pela Revista Exame, Sorocaba avançou sete posições na colocação geral em apenas um ano, saindo da 53ª posição em 2017 para 47ª em 2018. No Estado de São Paulo, Sorocaba figura na 18ª posição no ranking.

O resultado da pesquisa foi interpretado pelo prefeito Crespo como sendo fruto do seu trabalho, deixando de levar em conta a possibilidade de que a economia da cidade cresce independentemente de quem esteja no seu comando político e administrativo. Em informação oficial, divulgada por sua assessoria, Crespo tenta capitalizar esse avanço atrelando-o aos seus dois anos como prefeito: “A divulgação de mais esse indicador positivo é motivo de muita alegria e resultado do trabalho que temos desenvolvido na nossa cidade. Desde que assumimos a administração, nossa preocupação foi com todas as áreas da gestão. A repercussão disso fica demonstrada em mais desenvolvimento, progresso e qualidade de vida para a nossa gente. Revela a capacidade técnica da nossa equipe e prova que estamos no caminho certo.”

Para estar entre as melhores cidades para fazer negócios, o prefeito José Crespo elege fatores como planejamento estratégico, comprometimento de sua equipe, criatividade e inovação como ferramentas essenciais para Sorocaba continuar avançando cada vez mais: “Nada é aleatório. Tudo o que é feito pela nossa gestão está inserido no plano de governo e no planejamento estratégico. Há de se destacar que estamos conseguindo investir mesmo em um ambiente econômico do País de retração e de incertezas. Por isto, já estamos colhendo resultados tão positivos que são percebidos por toda a população”, diz.

Como é a pesquisa

O estudo foi realizado em 310 municípios com mais de 100 mil habitantes, a partir de pesquisa em que são avaliados 70 indicadores em 11 eixos estruturantes: mobilidade, urbanismo, meio ambiente, energia, tecnologia e inovação, economia, educação, saúde, segurança, empreendedorismo e governança, distribuídos nos seguintes recortes temáticos: Desenvolvimento Econômico, Capital Humano, Desenvolvimento Social e Infraestrutura.

Os 310 municípios avaliados na pesquisa representam 70,4% do PIB brasileiro; 62,1% do total de empresas no Brasil; 72,6% dos empregos formais e 56,5% da população brasileira.

11 novas empresas

Entre janeiro e setembro deste ano, um total de 11 empresas anunciaram investimentos em Sorocaba, com aportes superiores a R$ 140 milhões e a geração de 1.252 empregos. Para os próximos meses, de acordo com informações da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Renda (Sedeter), a expectativa é de anúncios de novas empresas dispostas a se instalar e ampliar suas plantas em Sorocaba, gerando aproximadamente 250 empregos diretos e mais de R$ 40 milhões em investimentos.

“Isso tudo é reflexo das medidas para promover a atração de investimento na cidade – segurança jurídica, desburocratização, política de formação de aproximação das empresas da mesma cadeia produtiva – implementadas pelo governo do prefeito José Crespo”, afirma o secretário de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Renda, Robson Coivo.

Entre os novos investimentos, está a nova fábrica da ABB, no complexo da companhia multinacional suíço-sueca, em Sorocaba, cuja inauguração ocorreu no último dia 20 de setembro e contou com a presença do prefeito José Crespo (foto). Com investimento local da ordem de R$ 20 milhões e a geração de 250 novos empregos, a nova estrutura da empresa, que é líder na oferta de soluções digitais para indústria e energia, tem como finalidade a fabricação e customização de painéis de baixa e média tensão.

Mais recentemente, ou mais precisamente, seis dias depois do evento da ABB, diretores de uma empresa do setor de alimentos – ainda sob sigilo – reuniram-se com o prefeito José Crespo para anunciar investimento da ordem de R$ 30 milhões e a geração de 120 novos empregos. As obras de construção da empresa já estão em ritmo acelerado, em uma área total de 19.618 metros quadrados, sendo que inicialmente a área construída será de 5.528 metros quadrados, no bairro Iporanga.

No dia 30 de maio, o prefeito José Crespo participou da inauguração da nova planta da Rose Plastic Brasil, empreendimento que realiza inovações em embalagens plásticas para o mercado farmacêutico. O encontro marcou oficialmente a abertura da nova fase da matriz, que recebeu investimentos de R$ 21 milhões.

O Grupo Sorocred está investindo R$ 18 milhões e pretende gerar 800 empregos diretos, além de outros 3 mil indiretos. Este é o resultado da transferência para Sorocaba de quatro empresas do grupo que estavam sediadas em Alphaville, na cidade Barueri.

No dia 19 de abril, a Prefeitura de Sorocaba, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Renda (Sedeter), em parceria com o Centro das Indústrias do Estado de São Paulo (Ciesp) e com a empresa Lang Mekra, assinou dois protocolos de intenção com as empresas Varroc do Brasil Comercio, Importação e Exportação de Máquinas Equipamentos e Peças Ltda, e DPR Telecomunicações, que, juntas, vão gerar 350 empregos diretos na cidade. A Varroc do Brasil tem atividades de fabricação de sistemas de iluminação, em especial lanternas e faróis destinados à indústria automobilística, e vai fazer um investimento de R$ 48 milhões na região gerando 180 empregos diretos.

A outra empresa que assinou o protocolo de intenção com a Prefeitura de Sorocaba foi a DPR Telecomunicação. As conversas iniciaram no final de 2017, e no dia 19 de abril a empresa efetivou sua decisão de investir cerca de R$ 7 milhões para a instalação de sua unidade, propiciando a geração de 170 empregos diretos na cidade. A DPR é especializada no desenvolvimento de produtos para montagem e manutenção de rede de telecomunicações em geral, visando atender provedores de serviços de comunicação, operadoras de telecomunicação, empreiteiras e revendas. Possui grandes parceiros tecnológicos como a 3M, Nokia, Commscope e PLP. Seus principais clientes são os grandes provedores de serviço de internet.

Comentários

Leia também