Sorocaba no combate ao roubo de Guararema

Os 11 assaltantes mortos durante o assalto a dois bancos na cidade de Guararema, na Grande São Paulo, na madrugada de quarta-feira, estavam sendo monitorados há nove meses pelo Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado) de Sorocaba, segundo a assessoria do Ministério Público de São Paulo.

Isso explica a intervenção da Polícia Militar da cidade com o assalto ainda em andamento e a rápida chegada das equipes da Rota ao município, permitindo o bloqueio dos criminosos em fuga.

A quadrilha de assalto a bancos morta em Guararema faz parte de um bando maiosr que já assaltou agências em Cerquilho, Laranjal Paulista e Tietê, todas da Região Metropolitana de Sorocaba.

Governador homenageia

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), disse que os policiais mataram os 11 assaltantes “estão de parabéns” por colocarem os bandidos “no cemitério” e completou: “Bandidos que usam escopetas, fuzis e metralhadoras não saem para passear. Eles saíram para assaltar e fazer vítimas”. Por fim, Doria confirmou que “no próximo dia 10 vamos homenagear estes e outros policiais que defenderam o cidadão e o patrimônio público agindo contra bandidos.”

Comentários

Leia também