Sorocabanos negam que tenham sido convidados para o governo Dória

O governador eleito, João Dória, segue na montagem se sua equipe de secretários e entre os nomes já escolhidos há um claro perfil de políticos ou técnicos de expressão nacional, inclusive que já tenham sido ministros.

Uma pasta, ainda em aberto, é o de Habitação em que pese Dória ter sondado para o cargo o atual ministro das Cidades, Alexandre Baldy. Ele não disse nem sim e nem não de modo definitivo. Isso abriu espaço para a especulação de que seria indicado para a pasta o sorocabano Flávio Amary, presidente do Secovi (Sindicato da Habitação), amigo pessoal de Dória cujo o cargo abre as portas para ele ter relacionamento direto com as principais autoridades do país, inclusive os presidentes da República.

Flávio Amary elogiou a escolha de Alexandre Baldy para o cargo, quando ela foi ventilada, e me disse que não foi convidado e nem sondado para ocupar esse cargo. Ele foi claro em me dizer que tem um compromisso no comando do Secovi e, no momento, não está entre suas prioridades deixar o seu atual posto. O plano da área habitacional de Dória, em seu período de elaboração antes da campanha, teve a participação de Flávio Amary, assim como teve também do então candidato a presidente Geraldo Alckmin.

Vitor Lippi

Outro sorocabano alvo de especulações para vir a ocupar um cargo no governo Dória é o ex-prefeito, atual deputado e deputado reeleito para seu segundo mandato, Vitor Lippi. Em Nota Oficial, ele foi claro em dizer que vai cumprir o mandato para o qual foi eleito.

Leia: O deputado Vitor Lippi esclarece que não procede a informação de que ele assumirá uma pasta junto ao Governo do Estado de São Paulo à partir de janeiro. Essa expectativa se explica pelo fato de Lippi ser parte integrante da equipe política do novo governador paulista João Doria e participar semanalmente das reuniões de planejamento do futuro governo paulista: “Vou cumprir o mandato à qual fui eleito, ajudando Sorocaba e região, e estou completamente à disposição do nosso governador João Doria no que for preciso para contribuir com o estado de São Paulo, atuando em Brasília.”

Nomes já anunciados

Secretaria da Casa Civil – Gilberto Kassab

Secretaria da Educação – Rossieli Soares

Secretaria da Cultura – Sergio Sá Leitão

Secretária da Saúde – José Henrique Guermann

Secretaria da Agricultura – Gustavi Diniz Junqueira

Secretaria de Justiça – Paulo Dimas Mascaretti

Secretaria da Pessoa com Deficiência – Celia Leão

Secretaria de Segurança Pública – General João Camilo Pires de Campos

Secretaria de Energia, Saneamento, Recursos Hídricos e Meio Ambiente – Marcos Penido

Secretaria de Governo – Vice Governador Rodrigo Garcia

Procuradoria Geral do Estado – Lia Porto

Secretarias especiais:

Comunicação – Cléber Mata

Defesa Civil – Coronel Walter Nyakas Júnior

Relações Internacionais – Julio Serson

Chefe de Gabinete: Wilson Pedroso

Comentários

Leia também