Tempo do governo e cidadão nem sempre está no mesmo compasso

A assessoria do prefeito Crespo divulgou nota hoje para dizer que “Prefeitura Municipal inicia processo de chamamento de auxiliares de Educação”. Neste primeiro momento 50 auxiliares. A atribuição de vagas faz parte de todo processo de contratação que tem as seguintes etapas: publicação no Jornal do Município no dia 16; avaliação psicológica entre os dias 15 e 19; exame médico admissional entre os dias 22 e 26; entrega de documentação dia 26; tomada de posse dia 31; integração na Sedu no dia 5 de novembro e início nas unidades escolares no dia 6.

Uma ótima notícia, sem dúvida, porém, fica claro que o tempo do governo e do cidadão andam em compasso diferentes e isso gera sofrimento.

Leitor deste blog e ouvinte da coluna O Deda Questão no Jornal Ipanema (FM 91.1Mhz), me escreve para pedir ajuda no sentido de apressar o prefeito nas contratações com o objetivo de evitar que sua filha fique sem creche e sua família sofra sem ter onde deixar o filho para ir ao trabalho.

Pai pede ajuda

Leia a íntegra da manifestação do leitor: “Bom dia, me chamo William. Gostaria de pedir uma ajuda referente a creche “Izabel dos Santos Pereira –CEI 112, localizado no jardim Betânia. Peço ajuda para essa creche, mas sei que o problema acontece em outras também. Sou pai de uma aluninha de um ano, que está matriculada lá em período integral. E na quinta-feira (04/10/2018), foi marcada uma reunião com os pais no qual foi informado que a creche não iria mais funcionar no período da tarde pelo motivo de não haver funcionários auxiliares de educação.

A diretora informou que já a partir daquele dia as crianças não iriam poder ficar. Eu trabalho em horário administrativo, e minha namorada, mãe da bebezinha, no período da tarde, pois ela também e professora de outro município vizinho.

Após conversa com a diretora, a mesma falou que poderia no máximo deixar a bebezinha freqüentar a creche no período da tarde até sexta feira passada (05/10/2018). Assim ficamos sem nenhum suporte dos responsáveis.

Segundo foi informado a nós, a prefeitura já estava chamando os concursados, porém que essa situação iria continuar por pelo menos um mês, já que entre o prazo de chamar os concursados, os mesmos entregarem documentos e fazer exame médico, iria levar no mínimo um mês, pois segundo eles o ambulatório que faz os exames médicos está com a demanda muito alta.

Gostaria de pedir a sua (deste blogueiro) ajuda  para que consiga fazer a prefeitura resolver essa questão mais rapidamente pois é um direito da criança freqüentar a creche em período integral já que ela está matriculada no período integral. Não simplesmente as crianças ficarem sem creche por um erro na prefeitura. As crianças ficarem sem poder freqüentar a creche no período da tarde, que em nosso caso seria o mais importante, pois a mãe da bebizinha pode ficar com ela no período da manha, porém não no da tarde, e não tem ninguém que pode ficar com ela, assim estamos sem saber o que fazer.

Agradeço se puder nos ajudar fazendo uma reportagem ou colocando em debate no Jornal Ipanema. Sou seu ouvinte há tempos.

 

Comentários

Leia também