Terceirização da saúde seria tacada eleitoral, miragem

Por metáfora, miragem é “aquilo que se apresenta como algo muito bom, mas que não é verdadeiro; falsa realidade”.

Pois para o presidente do Sindicato dos Médicos de Sorocaba, Eduardo Luís Vieira, a terceirização dos serviços de urgência e emergência de responsabilidade da Prefeitura de Sorocaba, que é intenção do prefeito realizar, não passa de uma miragem. Para ele, num primeiro momento a terceirização, para a população, pode até parecer boa, mas no médio e longo prazo isso se torna um problema.

Sua fala, feita na manhã de hoje no Jornal Ipanema (FM 91.1Mhz), na manhã de hoje, na minha interpretação, quer dizer que as mudanças que o prefeito pretende fazer não passam de uma tacada eleitoral, ou seja, as mudanças entram na vida de quem busca atendimento em 2019, se consolida em 2020, (que seria o primeiro momento dito pelo médico sindicalista) e cai no agrado de todos. Porém, depois (2021 em diante) a terceirização começará a dar problema.

Resposta indireta

Nem o prefeito Crespo e nem a secretária da Saúde, Marina Elaine Pereira, explicaram o que vai acontecer de fato e a partir de quando na saúde. Ambos dão indícios e falam de suas intenções, apenas.

Nem mesmo quiseram responder ao médico Eduardo Luís Vieira de modo direto, porém de maneira indireta o fizeram. Assim que eu me referia a esse assunto, na coluna O Deda Questão na rádio hoje pela manhã, recebi a informação abaixo, que foi disponibilizada no site da Prefeitura, dando conta da parceria entre Prefeitura e Santa Casa para zerar a fila de espera por leitos dos pacientes de urgência e emergência.

Informa a Secretaria de Comunicação: Pela primeira vez em Sorocaba, a Secretaria de Saúde (SES) conseguiu assegurar 100% da população atendida nas unidades de urgência e emergência. Isto ocorreu na manhã desta terça-feira (03). Ou seja, nenhuma pessoa está aguardando para ser internada em algum hospital pela manhã.

Para a secretária da Saúde, Dra. Marina Elaine Pereira, esta situação é prova que gestão e trabalho conjunto dão resultados. “No dia 29 de julho, em parceria com a Santa Casa, a Secretaria de Saúde contratou mais 15 leitos de internação para assistir a população nessa época de sazonalidade. O presidente da Irmandade da Santa Casa, padre Flávio Jorge Miguel Júnior, é um grande gestor e tem nos ajudado muito para melhorar a saúde em Sorocaba”, ressaltou a secretária.

Atualmente, Sorocaba conta com as Unidades Pré Hospitalares (UPHs) Norte, Leste e Oeste; os Pronto Atendimentos (PAs) nos bairros Laranjeiras, São Guilherme e Brigadeiro Tobias e a UPA (Unidade de Pronto Atendimento) no Éden. As sete unidades atendem mensalmente 73 mil pessoas na cidade.

FOTO: Secretária Marina e Padre Flávio da Santa Casa

Comentários

Leia também