Um caso com solução antes do problema

Um problema que já durava 7 anos teve sua solução apresentada em 3 dias e todos os envolvidos saíram comemorando como se fossem “o pai da criança”.

Falo do prédio do antigo Fórum Velho, construído em 1940, que teve seu apogeu no começo deste século quando sediou a Oficina Cultural Grande Otelo um local de fomento ao conhecimento, cultura e arte de Sorocaba.

Fechado desde 2014 por problemas estruturais em seu telhado e parede, em janeiro deste ano, após uma ação do Ministério Público, o governo do Estado e a Prefeitura de Sorocaba foram condenadas pela justiça a resolver o problema. Sete meses depois, o governo – dono do edifício – decidiu leiloar a propriedade no dia 27 de outubro com lance inicial de R$ 1,8 milhão.

A decisão, anunciada na sexta-feira passada, caiu como uma bomba no meio artístico e diferentes grupos, entre eles membros de partidos políticos e sem ligação com nenhum partido, decidiu abraçar o edifício simbolizando a resistência e contrariedade com essa decisão.

Na terça-feira à noite, a deputada estadual Maria Lúcia Amary (PSDB), gravou um vídeo e anunciou que ela havia conseguido resolver o problema junto ao governo que, a partir da gestão dela, atendendo aos artistas de Sorocaba, decidiu cancelar o leilão e ceder para a Prefeitura de Sorocaba o prédio.

Na quarta-feira de manhã, o prefeito Manga, acompanhado de vários de seus secretários, foi até a entrada do tal edifício anunciar que havia resolvido o problema, ou seja, que ele e sua equipe haviam conseguido que o edifício não fosse à leilão, mas viesse a ser doado ao município.

Na tarde de quarta-feira, o prefeito Manga, a deputada estadual Maria Lúcia Amary e o deputado federal Vitor Lippi foram recebidos pelo vice-governador Rodrigo Garcia que anunciou que em 20 dias o governo do Estado acertaria os trâmites legais para ceder ao município de Sorocaba o edifício. Apenas um parêntese: o governador João Dória sumiu das decisões governamentais há semanas, ele aparece em assuntos de repercussão nacional apenas.

Resumo da história

Os artistas celebraram a vitória e a postagem de Marco Pereira (cantor e ativista sorocabano) atesta isso: “E a nossa resistência funcionou. O prédio da Oficina Grande Oleto agora é do município”. A deputada Maria Lúcia Amary também celebrou: “Tenho uma ótima notícia para Sorocaba. Estive agora em reunião com o secretário Marcos Vinholi e a notícia boa é que o prédio da Oficina Grande Otelo será cedido para a Prefeitura de Sorocaba”. O prefeito também vibrou: “viemos aqui anunciar essa conquista…”.

Eu queria acreditar em todos, mas minha sensação é de que o caso (destinação do prédio) tinha solução (ceder à prefeitura) antes do problema (o leilão do prédio que poderia virar uma igreja Universal, por exemplo).

Resta saber que destinação a prefeitura dará ao local.

Comentários

Leia também