Um semeador de sorrisos

seoLuizMorreu seo Luiz. O pai da Vanessa, do Vanderson e do Lucas. O avô da Yasmin e do Caio, da Isabela e dos gêmeos Henrique e Mateus. O marido da dona Arlete.

Seo Luiz, o sargento da Polícia Militar reformado. O garçom de dezenas de festa de casamento. O churrasqueiro nas festas na casa do seu querido Édson, seu genro.

Pai, avô, marido. Policial, aposentado, garçom, churrasqueiro… são todas qualificações insuficientes para quem verdadeiramente foi seo Luiz. Morreu um semeador de sorrisos. Não importava a circunstância e estava seo Luiz pronto para acolher com seu olhar. Esse era o seu dom e sua missão.

Sua morte abrevia tudo o que ainda estava por ser feito, mas interrompe uma cansativa batalha contra um câncer que há um ano o derrubou de cama. Seo Luiz completou seu ciclo e deixa viva na memória de cada um, que conviveu com ele pelo menos um pouco, a alegria da vida.

Uma vez fui comer feijoada na casa do seo Luiz e bebi muito mais do que devia. Comi também muito além do sensato. E tomei a garrafa de inteira de Amarula algumas horas depois de ter sentado à mesa. Foi das raras vezes em que me senti tão à vontade fora de casa. Seo Luiz tinha esse dom.

Teve uma época, com sua filmadora, que registrou momentos indiscretos e cotidianos de toda a família. Fazia com alegria o registro de um tempo que vivia intensamente. Curioso e bom de papo, seo Luiz sempre tinha uma história para contar. Nem que fosse uma piada. Adorava os programas das emissoras locais de TV e sempre tinha um comentário a fazer.

Que pessoa amada foi seo Luiz Carlos Alcolea. Um homem que construiu e cultivou sua família até o minuto final. Eu só lamento ter chegado atrasado para me despedir. Tinha certeza que ainda havia tempo. Sorte dele, pois certamente eu não iria resistir a fazer alguma piada sobre o time dele. Afinal ninguém é perfeito e seo Luiz era um corintiano fanático.

Já estou com saudades! Bom descanso seo Luiz.

O corpo do seo Luiz está sendo velado nesta quinta-feira, 5 de outubro de 2017, na Ossel do Jardim Simus (avenida Américo Figueiredo) de onde sairá o féretro, às 14h, rumo ao cemitério Memorial Park.