Vereador cobra prefeitura sobre excessos cometidos por jovens que participaram do Juca em Sorocaba no feriado

O vereador Fernando Dini, que é de oposição, faz parte do PMDB e tem em sua plataforma de trabalho ligado entre outros temas ao esporte, teve audiência com o secretário de Governo da Prefeitura de Sorocaba, João Leandro da Costa Filho, para tratar dos excessos cometidos por jovens que vieram participar do Juca (Jogos Universitários de Comunicação e Arte). O secretário levou o vereador a tomar um café com o prefeito Pannunzio e lá dentro não foi tratado nada de eleição, apenas dos problemas do Juca me relatou o vereador. Eu falei que não era possível em momento tão tenso como o atual, em especial num dia de tantas fofocas políticas, o tema política não ter vindo à tona. Dini foi taxativo em dizer que este tema não apareceu na conversa mesmo porque todos sabem que sou cabo eleitoral de Renato Amary, que é do meu partido, e o encontro foi de instituições, Câmara e Poder Executivo.

 

Sobre o tema do encontro, Dini me disse que relatou ao prefeito que ao final do evento, onde mais de 6 mil estudantes de diversas cidades participam dos jogos, foram encontrados restos de maconhas em carteiras escolares, flaconete de cocaína no Ginásio Municipal de Esportes e que a falta de fiscalização adequada ao barulho produzido pelos estudantes deveria ter sido evitada. O vereador disse que o prefeito ficou cuspindo fogo com o relato feito por ele e responsabilizou o antecessor da pasta de Esportes, vereador Yabiku (que está em férias em Paris, na França), pela autorização para a realização do Juca em Sorocaba. O vereador Dini disse que o atual secretário, Flávio Leandro Alves, não tinha como evitar o Juca. O vereador Dini também criticou o secretário de Educação, Flaviano Agostinho de Lima, que avaliou como positiva a realização do Juca em Sorocaba e minimizou os problemas relatados por ele ao prefeito.