Vereador é exemplo em rede nacional de TV de superação das drogas

Manga

Manga é apresentado como exemplo positivo de que é possível reconstruir a vida após a droga

A TV Brasil, emissora que pertence à EBC (Empresa Brasil de Comunicação) e pertence ao governo, em seu telejornal Repórter Brasil, na noite de quarta-feira (07/06) levou ao ar reportagem sobre a Cracolândia e um dos temas foi o que vem sendo feito em Sorocaba. Um ex-viciado, que hoje é funileiro, foi entrevistado assim como Rodrigo Manga, presidente da Câmara de Vereadores.

Apresentado como um jovem empresário que caiu no mundo das drogas, onde chegou a perder 30 veículos para pagar pelo seu vício, e que deu a volta por cima até chegar à presidência da Câmara de Vereadores, Manga contou que começou na maconha, passou pela cocaína, LSD, anfetaminas e chegou ao crack.

A reportagem deixa claro que não é fácil se recuperar, mas a mensagem final é que pode haver final feliz.

Manga, como vereador, dedica seu mandato a buscar soluções para o problema. Nas suas últimas ações ele identificou 49 minis-cracolânidas em Sorocaba (o endereço de cada uma foi publicado em primeira mão por este blog) e, nesta semana, voltou a dizer que a ação para a extinção da cracolândia em São Paulo apenas diluiu e espalhou os doentes de crack, e espalhou tanto que há 3 semanas haviam sido identificados 4 doentes que haviam deixado a cracolândia de São Paulo e encontrado a droga em Sorocaba. Nesta semana, Manga conta, ele achou mais 10 ex-frequentadores da cracolândia de São Paulo que adotaram Sorocaba.

O vício em drogas é um problema pessoal e da família do viciado até o momento, como são cracolândias e suas variações, invade o espaço público e coloca em risco a vida do cidadão comum. Ai o Estado precisa agir, mas sem demagogia e sem marketing, mas com políticas públicas tratando o viciado como ele é, ou seja, um doente.