Vereador Marinho Marte, secretário de Relações Institucionais, já avisou o prefeito de sua intenção de voltar ao Legislativo. Objetivo é preparar terreno para ser eleito presidente, mas antes precisa resolver pendência judicial

MarinhoO juiz da Vara da Fazenda Pública de Sorocaba, Alexandre Dartanhan de Mello Guerra, em novembro de 2017, negou o pedido do promotor de Justiça Orlando Bastos Filho de afastar o secretário de Relações Institucionais e Metropolitanas, Marinho Marte do seus cargos públicos, ou seja, de vereador licenciado e de secretário.

No entanto, foi mantido o pedido para que Marinho Marte se mantenha impedido de manter contato e de se aproximar até 150 metros das testemunhas da investigação de que ele estaria tentando obstruir investigações sobre um suposto esquema de cobrança de mensalinho de seus assessores.

O fato é que essas testemunhas são funcionárias da Câmara, ou seja, Marinho está desde novembro impedido de ir até o Legislativo sorocabano. Então, como voltar a ser vereador? A saída é obter autorização da justiça para isso. E Marinho sente que está próximo de obter essa conquista e teria conversado com o prefeito Crespo de sua intenção de voltar e preparar o terreno para que na virada do ano, entre dezembro e janeiro de 2019, ele possa estar apto a disputar a presidência do Legislativo.

Por enquanto é só intenção.