Vereadores da Câmara de Votorantim externam indignação com a falta de dignidade no atendimento no Conjunto Hospitalar e responsabilizam deputados por problema. Mas um deles acusa deputada de ter esquema de fura-fila

ZelaoPTO vereador José Cláudio Pereira, conhecido como Zelão do PT, (foto) da Câmara de Votorantim foi um dos que ficaram sensibilizados com o vídeo de uma senhora de 93 anos que está há 70 dias no Hospital Municipal de Votorantim esperando vaga de cirurgia no Conjunto Hospitalar de Sorocaba. A exibição de um vídeo dessa senhora emocionou os presentes e levou os vereadores ao êxtase de berros, porxingos e lamentações. Os governos federal e estadual foram poupados  eles, mas os deputados da região, ao contrário, foram todos responsabilizados pelo problema.

Mas quem extrapolou em sua fala, para dizer o mínimo, foi o Zelão do PT. Ele afirmou que a deputada estadual Maria Lúcia Amary (PSDB) tem um esquema de fura-fila no Conjunto Hospitalar dando a entender que apenas os indicados por ela são atendidos ou, no mínimo, atendidos com prioridade. E, mais, desafiou a deputada a reclamar da situação pois ele pode provar que isso é verdade com nomes, datas e médicos.

Zelão do PT tem o dever moral de denunciar formalmente o que disse no confortável plenário da Câmara, onde tem imunidade, e ir até o Ministério Público averiguar a veracidade dessa denúncia. Deve ir à polícia. Deve sair do conforto do plenário, enfim.

Quanto a essa acusação feita pelo vereador Zelão, Maria Lúcia Amary afirma que “ela não procede e trata com tranquilidade sobre o assunto”. Nota de sua assessoria afirma: “Como é de conhecimento de todos que procuram a deputada Maria Lúcia Amary para tratar de problemas relacionados à saúde, a parlamentar, por meio de sua assessoria, sempre encaminha os casos para o DRS de Sorocaba e para a Central de Regulação de Ofertas de Serviços de Saúde (CROSS), sem distinção.”

Então, diante dessa tranquilidade, a deputada deve aceitar o desafio do vereador e acioná-lo legalmente. Não é possível que esse expediente de acusações sejam tolerados por quem sofre a acusação e pela sociedade.

Nota oficial da deputada estadual

A deputada estadual Maria Lúcia Amary tem conhecimento dos fatos ocorridos na sessão legislativa de Votorantim desta quarta-feira (03) e também lamenta os problemas enfrentados todos os dias pela população no Conjunto Hospitalar de Sorocaba.

Entretanto, informa que acompanha de perto todas as reivindicações, e tem realizado gestões constantes junto à Secretaria Estadual da Saúde e ao Departamento Regional de Saúde (DRS) de Sorocaba a fim de melhorar os problemas relacionados às vagas para as cirurgias no Conjunto Hospitalar.

Quanto à acusação feita pelo vereador Zelão (PT), ela não procede. A deputada fala com tranquilidade sobre o assunto. Como é de conhecimento de todos que procuram a deputada Maria Lúcia Amary para tratar de problemas relacionados à saúde, a parlamentar, por meio de sua assessoria, sempre encaminha os casos para o DRS de Sorocaba e para a Central de Regulação de Ofertas de Serviços de Saúde (CROSS), sem distinção.

A deputada estadual Maria Lúcia Amary não tem qualquer influência dentro do Conjunto Hospitalar de Sorocaba, inclusive, recentemente, sequer foi atendida pela diretora do CHS durante uma visita de fiscalização para constatar denúncias de problemas de infraestrutura e falta de equipamentos para atender os pacientes.

Por várias vezes, inclusive, em situações urgentes e de desespero, é passada a orientação para que os munícipes acionem a Justiça a fim de ter o seu direito à saúde garantido.

A parlamentar trabalha constantemente por Sorocaba e região, com intuito de trazer recursos, obras e melhorias para os municípios. Ressalta que, através de seu empenho, a cidade de Sorocaba hoje conta com excelente serviço do Ambulatório Médico de Especialidades (AME), aprovado pela população, e que atende os municípios da região, inclusive Votorantim.

Uma das provas da preocupação da deputada com a questão da saúde, é que a cidade de Sorocaba, através de sua reivindicação, é uma das três cidades do interior do Estado que está sendo contemplada com a construção de um novo hospital estadual.

Com mais 250 leitos SUS, o novo hospital que está em obras na Raposo Tavares irá desafogar o atual Conjunto Hospitalar de Sorocaba, atendendo toda a região.

Além disso, a unidade da Rede Lucy Montoro de Reabilitação de Sorocaba, outro pedido da deputada ao governador, está em vias de ser inaugurada.

A deputada lamenta a declaração do vereador de Votorantim, e ratifica que continuará trabalhando em prol da população de Sorocaba e região, colocando a saúde sempre como uma das prioridades do seu mandato.

Nota do assessor de deputado federal

João Leandro da Costa Filho, assessor parlementar do deputado federal Vitor Lippi, ouviu a reportagem no Jornal da Ipanema (FM 91,1Mhz) e se manifestou a respeito do que disseram os vereadores na reportagem de Luciana Lopez, da Gazeta de Votorantim: “Se os deputados fizerem o que querem os vereadores de Votorantim seria oficializar o mau fadado fura-fila da saúde. Cada um quer que os deputados resolvam os seus casos particulares, sem generalizar, é claro. Mas a verdade é que se o deputado entrar no jogo proposto pelos vereadores ele vira um despachante de guias médicas. Estou há 3 meses na assessoria do deputado e nunca fui procurado para discutir questões de interesse geral da saúde. Não dá para o deputado ser um mero interventor de interesses individuais que, embora justo e necessário, não resolve o problema. Enquanto as autoridades municipais não entenderem que temos um problema crônico na saúde pública brasileira, e ficarem gritando de forma desrespeitosa, muitas vezes atribuindo responsabilidade as pessoas erradas, nós não vamos resolver as questões cruciais da saúde que atinge o cidadão no município.”

Outros deputados

Embora citados nominalmente pelos vereadores de Votorantim, os deputados Raul Marcelo (PSOL) e Carlos Cézar (PSB) não se manifestaram.