Vereadores do PRP avacalham qualquer sentido ideológico ao fazer leilão sobre apoio da legenda em troca do cargo de vice na eleição de outubro

O pré-candidato a prefeito do PSDB, João Leandro da Costa Filho, conversou e manteve por perto todos os partidos aliados do governo durante toda a novela que marcou o processo de escolha do nome do candidato a prefeito do partido. PV, PR, Pros e PRP se mantiveram fiéis ao núcleo tucano e a chance de sair desse partidos o nome do vice na chapa de João Leandro é bastante real, situação bastante contrária ao que aconteceu nas últimas duas décadas com o PSDB quando saiu com chapa pura. Mas o comportamento dos vereadores Waldecyr Morreli e Wanderlei Diogo na sessão de hoje na Câmara foi de causar o que popularmente ficou conhecido como “vergonha alheia”. Eles simplesmente avacalharam qualquer sentido ideológico de uma coligação partidária ao fazer leilão sobre o apoio do partido estar condicionado à vaga de vice seja qual partido oferecer ao presidente do diretório municipal do PRP, José Irã (foto), essa chance. O vereador Waldecir Morelly, com pompa, passou o recibo: “O PRP indica o nosso presidente como pré-candidato a vice-prefeito, seja qual situação vier”