Vereadores são barrados em gabinete; mas prefeitura nega o episódio

VereadoresBarradosO jornalista José Antonio Rosa afirmou no jornal Cruzeiro do Sul na última sexta-feira que os vereadores Fausto Peres (Podemos) e Vitão do Cachorrão (PMDB) foram impedidos de entrar no gabinete do prefeito Crespodurante a coletiva de imprensa sobre a solução encontrada para o prédio da Escola Municipal Luiz Matheus Maylasky. Eles disseram que não foram convidados, mas que pretendiam acompanhar a atividade em razão de terem apoiado a luta dos pais de alunos matriculados na instituição de ensino.

O secretário de Comunicação e Eventos, Eloy de Oliveira, disse que os parlamentares não foram chamados para o evento, porém não foram barrados ou impedidos de entrar na sala. Quando questionado sobre o motivo de ambos não terem entrado na sala do prefeito, ele respondeu que não tinha essa resposta e, ainda, insistiu que ninguém na prefeitura barrou ou impediu o acesso deles.

Fausto Peres e Vitão do Cachorrão são o presidente e o relator, respectivamente, da Comissão Processante da Câmara de Sorocaba para apurar se houve prática do crime de prevaricação pelo prefeito.

Rodrigo Manga, presidente da Câmara, que teria sido um facilitador da criação dessa comissão não foi chamado para discursar na abertura da Festa Junina na quinta-feira passada.