Caem 60% vendas de carros à Argentina e região perde 1650 empregos

A Fiesp/Ciesp (Federação e o Centro das Indústrias do Estado de São Paulo) divulgaram nesta quarta-feira o resultado da pesquisa de emprego do mês de junho de 2019 e a região de Sorocaba, composta por 48 municípios, apresentou variação negativa de -1,61%, o que representa uma queda de aproximadamente 1.650 postos de trabalho. O principal culpado disso? A crise na Argentina.

Crise Argentina

De acordo com o diretor titular do Ciesp Sorocaba, Erly Domingues de Syllos, o resultado do mês de junho é reflexo da crise  na Argentina, que é um grande parceiro comercial do Brasil e da morosidade na aprovação das reformas estruturais. “A retração das vendas para o mercado argentino impactaram a região de Sorocaba, que exporta principalmente autopeças e automóveis. Nos últimos doze meses, as vendas de automóveis para os consumidores argentinos reduziram 60,9% e isso teve um impacto de 9% de queda na produção de veículos brasileiros.  Esperamos que com a efetivação da reforma da Previdência, novos investimentos cheguem ao país fomentando a retomada da economia e o crescimento do setor industrial”, avalia Syllos.

O que mostra

Dados da pesquisa demonstram que no acumulado deste ano a variação foi de -1,28%, o que equivale a redução de 1.300 vagas de emprego. Nos últimos 12 meses, o resultado também é negativo (-0,67%), o que corresponde ao fechamento de 650 postos.

Os setores da indústria que influenciaram no resultado do último mês foram: Produtos de Borracha e de Material Plástico (-13,54%); Veículos Automotores e Autopeças (-5,15%); Máquinas e Equipamentos (-0,92%) e Produtos de Metal, exceto Máquinas e Equipamentos (-3,13%).

A pesquisa é realizada pelo Centro das Indústrias do Estado de São Paulo (Ciesp) e pela Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), por meio do Departamento de Pesquisa e Estudos Econômicos (Depecon) e das diretorias regionais. Segmentado por ramos de atividades, o estudo abrange 36 diretorias municipais e regionais do Ciesp, tendo como amostra cerca de três mil indústrias distribuídas pelo Estado de São Paulo, que compreendem mais de um milhão de empregos.

Comentários

Leia também