Sorocaba tem fila de espera por vagas em UTI Covid

O que estava previsto, aconteceu: faltam vagas nas UTIs (Unidades de Terapia Intensiva) de todos os hospitais públicos e particulares de Sorocaba que recebem pacientes contaminados com Covid-19. Mais de 50 pessoas esperam por uma vaga de internação.

“Mãe, a situação está grave como nunca, por favor, tenta se isolar ao máximo. Eu estou ficando na UTI Covid há dois dias. Ontem tinham 22 pacientes na minha UTI e apenas um não estava intubado (…) O Centro Cirúrgico fechou de vez para conseguirem montar mais leito de UTI, mas logo também não terá vagas.”

Este depoimento, de uma funcionária de um hospital de Sorocaba, foi enviada para a mãe dela por whatsapp e seu pai me enviou para colaborar com o meu trabalho aqui no blog de conscientização das pessoas a respeito da gravidade do problema.

O lado bom disso tudo é o comportamento equilibrado do governo municipal, especialmente do prefeito Rodrigo Manga. Em 2020, quando vereador, ele foi um dos mais ferrenhos críticos da então prefeita Jaqueline Coutinho. Agora, em 21, no cargo de prefeito, ele tem seguido o que diz a Ciência e não a ideologia negacionista do presidente da República.

Isto é tanto verdade que o prefeito anunciou as seguintes medidas:

1) Dentro de 15 dias, a UPH Zona Oeste, situada na Av. Gel. Carneiro, se transformará em um Centro de Estabilização Covid com 33 leitos, sendo 23 de suporte ventilatório avançado e 10 de enfermaria. Atualmente, a cidade já possui o Centro de Estabilização São Guilherme, com 20 leitos Covid, número que chegará a 60.

2) Reforço da assistência e cumprir o Plano de Governo, será a transformação das Unidades Básicas de Saúde (UBSs) Sorocaba I e São Bento em Pronto Atendimentos (PAs) 24 horas, com atendimento misto como UBS e PA. Como Pronto Atendimento, funcionará das 19h às 7h, de segunda a sexta-feira, e 24 horas, aos fins de semana e feriados. Como UBS atenderá das 7h às 19h, de segunda a sexta-feira.

3) Os PAs Brigadeiro Tobias e Laranjeiras receberão reforço médico nos próximos 15 dias para aumentar sua capacidade de atendimento e ampliar a assistência à população.

4) A recomendação que os sorocabanos só procurem unidade de saúde se estiverem com sintomas da Covid-19, como febre, tosse seca, cansaço, dentre outros sintomas gripais.

Além disso, a Prefeitura de Sorocaba foi atrás da busca de apoio do Governo do Estado, para custear leitos Covid, tanto de UTI, como de enfermaria, em hospitais de Sorocaba, como forma de ampliar a oferta de vagas para munícipes.

O pedido foi feito hoje diretamente ao vice-governador, Rodrigo Garcia, no Palácio dos Bandeirantes, em São Paulo. O vice recebeu o prefeito de Sorocaba, Rodrigo Manga, o secretário da Saúde, médico Vinicius Rodrigues, o deputado estadual Rodrigo Moraes e o presidente da Câmara Municipal, vereador Cláudio Sorocaba.

O vice-governador disse que vai levar o pleito ao secretário de Estado da Saúde e informou que aguarda a liberação de verba federal, para definir novos investimentos em ações contra a Covid no Estado, inclusive na região de Sorocaba.

Na foto estão o prefeito Rodrigo Manga, o Gestor da Santa Casa, padre Flávio, o Diretor Técnico da Santa Casa, médico Fernando Brum e o secretário de saúde Vinicius Rodrigues reunidos no domingo pela manhã para tratar de leitos públicos para pacientes Covid.

Comentários

Leia também