Termo de Composição da Polícia Judiciária

Fui intimado, com direito ao oficial de justiça entrar no condomínio onde eu moro ameaçando o porteiro de voz de prisão caso ele anunciasse a sua entrada para mim, a comparecer diante da delegada Marta Cardum, e sua escrevente, na sede da Necrim  para, somente então, eu saber o motivo: Rubens José de Paula Júnior, coordenador nacional do Movimento Conservador e chefe de gabinete do vereador na Câmara de Sorocaba Dylan Dantas, havia se sentido ofendido em razão de minha postagem “Liberdade para os pedófilos” (https://odedaquestao.com.br/liberdade-para-os-pedofilos/) onde eu o cito em razão de sua defesa veemente pela liberdade de não ser vacinado.

Primeiramente, esclareço o que é Necrin: Núcleo Especial Criminal criado em 2015 para efetuar Audiências de Conciliação nos casos criminais em que os crimes são de menor potencial ofensivo,como é o caso em questão: Difamação.

Diante da delegada, através de sua advogada, Rubens Júnior disse que essa minha postagem “causou muitos transtornos à vítima. Que foi constrangedor para a vítima e triste para a vítima porque atingiu toda a família. Que a vítima deseja que o autor se retrate, no mesmo canal onde a matéria foi divulgada”.

À delegada, à escrevente, ao Rubens Júnior e sua advogada eu disse que em nenhum momento tive a intenção de constranger ou ofendê-lo, o que é verdade uma vez que as postagens não são de cunho pessoal. Tudo o que fiz na referida postagem foi uma analogia entre a liberdade sem limites e a pedofilia, dizendo que se tudo é válido, a pedofilia também seria. Expliquei que usei algo radical na comparação para mostrar que existem regras e leis e que a sociedade deve viver de acordo com elas. Sinto pelo fato de Rubens Júnior ter se sentido ofendido e aceitei publicar a retratação, onde eu sugeri que ele escrevesse a retratação e eu aqui a publicaria.

Assim está feito.

Abaixo, o texto a mim encaminhado por Rubens Júnior.

TERMO DE RETRATAÇÃO PÚBLICA

 

Eu, DJAMA LUIZ BENEDETTE (Deda) – sic – , venho retratar-me das ofensas proferidas ao senhor RUBENS JOSÉ DE PAULA JUNIOR, em minhas redes sociais, no dia 23/08/2022.

No dia 18 de agosto de 2021, entrevistei, pela rádio 365, Rubens Junior, que é coordenador nacional do Movimento Conservador e chefe de gabinete do vereador Dylan Dantas. Falamos sobre diversos assuntos, a maioria deles relacionados a liberdade individual.

Após a entrevista, escrevi uma matéria, onde cometi um terrível erro: relacionei a linha de pensamento do entrevistado ao crime de pedofilia, mesmo esse tema não tendo sido tratado durante a entrevista ou em qualquer postagem nas redes sociais do Rubens.

Não me atentei ao fato de que, ao contrário, Rubens defende publicamente em seus posicionamentos, até mesmo o endurecimento das penas para criminosos e regras rígidas para pedófilos.

Peço desculpas ao Sr. Rubens Junior, a sua família, amigos e todos que nutrem admiração por ele e que, com razão, se sentiram ofendidos com a comparação extremamente infeliz de minha parte, quando relacionei a defesa da liberdade individual, tão importante para uma sociedade saudável, com um assunto tão grave quanto a pedofilia, repudiado até mesmo por criminosos.

Errei em postar algo que, obviamente, não fazia relação com os temas abordados na entrevista e ofendi a honra de alguém apenas por discordar de sua visão de mundo. Por isso, peço desculpas a ele e a quem mais tenha se sentido constrangido ou ofendido pela minha publicação.

Comentários

Leia também