Decisão de presidente da Câmara volta a colocar pressão sobre os deputados para que encarem a missão de concorrer a prefeito

A novela em torno do candidato tucano existe porque o deputado federal Vitor Lippi e depois a deputada estadual Maria Lúcia Amary terem dito não para a candidatura à prefeito. Quando o partido entendeu e consolidou essa decisão se chegou ao nome de Martinez num consenso com o prefeito Pannunzio. Agora, com essa decisão, tanto Lippi quanto Maria Lúcia voltam a estar pressionados para que decidam ser candidatos. “Eles que acabem logo com essa putaria e que venham ser candidatos, são os únicos que não têm nada a perder”, me disse um tucano.

 

Comentários

Leia também