Foi estratégica a decisão de não admitir erro no caso da fila de pessoas que fazem cadastro para moradia popular

O coordenador da Secretaria da Habitação da Prefeitura de Sorocaba, Francisco Carlos Rodrigues, conhecido como Chiquinho da Habitação, concedeu entrevista ao vivo pelo telefone na coluna O Deda Questão no Jornal da Ipanema (FM 91,1Mhz) hoje (23/05) e explicou porque o aglomerado de pessoas na unidade da secretaria na avenida Afonso Vergueiro. Em resumo ele disse que as pessoas deixaram para a última hora para fazer o cadastro e que diante do número de interessados, funcionários de outras secretarias da prefeitura deram ajuda aos funcionários da habitação e, com isso, a lentidão do trabalho registrado na sexta-feira seria solucionado hoje. Sobre o fato de pessoas terem passado a madrugada no frio e chuva, ele disse que não havia necessidade pois todo o cadastro foi feito com senhas.

O secretário de Governo da prefeitura, João Leandro da Costa Filho, na hora do almoço foi o escalado para atender as reportagens dos jornais da TV Tem e da TV Sorocaba. Em ambas ele disse basicamente o mesmo, que não havia necessidade das pessoas terem passado a noite na fila, já que o sistema de senha atenderia a todos.

Coincidência? Não. Uma conversa entre pelo menos cinco secretários aconteceu logo cedo hoje quando pelo menos três vereadores já expunham nas redes sociais desde a madrugada o sofrimento de quem estava na fila. A conclusão técnica é de que com informação e diálogo o problema da fila não teria ocorrido e, mais, a organização do cadastro não teria ficado apenas sob a coordenação dos técnicos da secretaria de Habitação. A conclusão política é de que admitir esse erro técnico seria dar ainda mais munição para crítica dos vereadores.

Comentários

Leia também