Hospital estadual será inaugurado em março de 2018, prevê governador

NovoCHSObra do Hospital Estadual, no km 106 da Raposo Tavares, está pronta. Falta saber que Organização Social vai fazer a gestão da unidade que vem para substituir o CHS 

A assessoria de imprensa e comunicação do deputado federal Vitor Lippi (do mesmo partido do governador Geraldo Alckmin, o PSDB) avisou que o Hospital Estadual no km 106 da rodovia Raposo Tavares, sentido Araçoiaba da Serra a Sorocaba, será inaugurado em março de 2018. Essa é a previsão feita pelo governador para o deputado. Obviamente que, como qualquer previsão, ela pode não se concretizar. O anúncio da data foi feito durante a coluna O Deda Questão no Jornal da Ipanema (FM 91,1Mhz) na manhã de hoje (19/06) quando se discutia o tema saúde na cidade em seus variados aspectos, entre eles, o papel do Hospital Estadual que está com obras bastante adiantadas. Daí que veio a informação, em primeira mão, de que será em março de 2018.

Histórico de atrasos

O governador Alckmin deu início em setembro de 2015 à oficialização da construção do novo Hospital Regional de Sorocaba, ou seja, com dois anos de atraso uma vez que na eleição de 2012 ele veio dizer que as obras teriam início em 2013.

As obras estão sendo feitas por meio da modalidade de licitação chamada de PPP (Parceria Público-Privada) entre a Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo e a empresa Construcap sendo 40% do investimentos de responsabilidade do Estado e os 60% restantes da empresa privada.

A previsão é que a construção tenha um custo de R$ 270 milhões no seu total de construção do prédio e compra de equipamentos. O contrato do Estado com a Construcap terá duração de 20 anos, com previsão de investimentos em novas tecnologias e manutenção da estrutura durante o período.

O novo hospital estadual busca atender, segundo o discurso de 2015 do governador, vítimas de casos de trauma, pessoas baleadas e atendimento de idosos, que são sempre situações graves. “Este hospital vem para atender principalmente esta demanda”, frisou o governador.

Falta saber quem vai gerenciar

O secretário Estadual de Saúde, David Uip, afirmou que o Hospital Estadual só começará a funcionar após uma licitação para definir a Organização Social que irá gerir os serviços médicos e que enquanto isso não se definir, o Hospital Regional do Conjunto Hospitalar de Sorocaba (CHS) continua sendo referência para o atendimento médico de urgências e especialidades. O que será feito no local onde está o CHS, no Vergueiro, também segue indefinido.

Comentários

Leia também