Instituto Defenda Sorocaba teve audiência na Procuradoria-Geral de Justiça do Estado para pedir que novo comandante do órgão desse atenção ao relatado pelo Ministério Público

Coube ao novo procurador-geral de Justiça do Estado de São Paulo, Gianpaolo Poggio Smanio receber o presidente do Instituto Defenda Sorocaba, Sérgio Reze (foto), em audiência, em seu gabinete na capital paulista para tratar do tema Plano Diretor de Sorocaba. A preocupação de Reze é que tema tão importante para a vida de Sorocaba, como é o caso do Plano Diretor, do qual o Defenda Sorocaba se ocupa desde sua fundação em fevereiro de 2013, tivesse uma decisão rápida. Reze entende que o período de 8 meses, entre o pedido da Adin (Ação Direta de Inconstitucionalidade) pelo MP sorocabano e a troca do procurador-geral, havia sido suficiente para que uma decisão pudesse ser tomada. O procurador-geral ouviu as ponderações do presidente do Instituto Defenda Sorocaba e se comprometeu a estudar a situação do pedido da Adin. A decisão foi de acompanhar a visão do promotor Marun sobre o que os vereadores fizeram no processo de aprovação das emendas do Plano Diretor.

Comentários

Leia também