Para ser candidato a prefeito precisa estar com vontade, me afirma deputado tucano

O deputado federal Vitor Lippi (PSDB) me concedeu entrevista na manhã de segunda-feira (28/09) para falar de seu voto sobre o conceito de família a ser definido no plenário da Câmara (leia postagem anterior). Mas enquanto o cinegrafista Israel e a produtora Juliana preparavam microfones e cenário, tive chance de falar de forma rápida sobre outro tema: afirmei a Lippi que a candidatura do PSDB iria recair sobre ele e ele, abaixou a cabeça e me disse que é preciso vontade para ser candidato. Claro que eu poderia ter prolongado a conversa, mas ai quem passaria a falar seria o político Lippi e não a pessoa Vitor que me deu a resposta.

A verdade é que ainda está em aberto mesmo quem será o candidato tucano.

Outra verdade, Vitor Lippi está em campanha, vai que seja ele mesmo o candidato. Dúvida? Olha só a agende dele entre quinta e segunda-feira passada em Sorocaba: Eentrevista em programa jovem (BreakFest da rádio Ipanema); abraço em filiados PSDB; reunião com diretoria da OAB-Sorocaba; Passeio Ciclístico; Encontro no Parque Tecnológico; Encontro com auditores fiscais. É ou não agenda de candidato?

Outra verdade: Pannunzio vai para a reeleição, mas para isso precisa conseguir tirar do papel alguns projetos (BRT, Hospital Público Municipal) e fazer andar outros (devolução da administração da Santa Casa à Irmandade e a conteinirização do lixo).

Comentários

Leia também