Seis anos após assinatura de convênio e três depois do prazo de entrega, enfim Sorocaba ganha a sua Vila Dignidade. Mas ainda sem data para entrar em funcionamento

O Vila Dignidade, programa habitacional do governo estadual voltado aos idosos de baixa renda das cidades paulistas, enfim será entregue para a Prefeitura de Sorocaba. Trata-se de um condomínio composto por 20 moradias que atenderão idosos carentes indicados pela prefeitura de Sorocaba. Cada unidade poderá ser ocupada por até dois idosos em arranjo familiar. Atualmente, por ordem judicial, a prefeitura paga R$ 6.680 por mês para uma clínica particular abrigar Antônio Paulino Fogaça que não tem condições de se sustentar.

O convênio para a construção do Vila Dignidade de Sorocaba foi assinado em 2010 e a obra licitada em 2012 com a previsão de estar pronta em setembro de 2013. Mas virou mais uma das promessas que nunca saíram do papel na região. Inicialmente a CDHU (Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano) teve problemas com a construtora e depois com a burocracia até a nova licitação.

O prefeito Pannunzio recebeu comunicado da CDHU informando que no dia 15 de julho a obra será entregue e caberá a município cuidar de suas instalações com segurança para evitar depredação e degradação.

Importante frisar que a entrega da Vila Dignidade à prefeitura não significa que ela entrará em operação. A prefeitura precisa incorporar um equipe técnica para a administração do local e saber qual é, na prática, o custeio (ou seja, o quanto de dinheiro será gasto por mês com a Vila Dignidade) do empreendimento. Afinal, este é mais um convênio onde o governo dá o prédio e a prefeitura arca com o seu custo.

Comentários

Leia também