Sindicato dos Servidores Públicos Municipais vai à justiça pedir autorização para fazer greve na Prefeitura de Sorocaba e solicita audiência com secretário de RH

Reajuste

Último encontro entre sindicato e prefeitura aconteceu em 30 de março no TJ e ficou sem acordo

O Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Sorocaba, através do advogado Marivaldo Roberto Soares, entrou na justiça contra a Prefeitura de Sorocaba solicitando a irredutibilidade de Vencimentos e o Direito de Greve. Nesta quarta-feira foi sorteado o juiz (ainda não divulgado quem é) que já está fazendo o chamado Conclusos da Decisão, ou seja, está estudando o que o sindicato está pedindo para tomar sua decisão a favor ou contra o que deseja o sindicato.

Simultaneamente a esse pedido na justiça, o presidente do sindicato, Salatiel Hergezel, solicitou uma audiência com o secretário de Recursos Humanos da Prefeitura de Sorocaba, Marinho Marte, e obteve sucesso. Na próxima sexta-feira, dia 12 de maio, às 10h, eles vão se encontrar pela primeira vez desde o dia 30 de março, quando não houve acordo na audiência de conciliação realizada ontem entre representantes da Prefeitura de Sorocaba e do Sindicato dos Servidores para discutir a reivindicação de reajuste salarial da categoria no Tribunal de Justiça de São Paulo.

Marinho Marte me explicou que não sabe qual a pauta de Salatiel, mas que aceitou recebê-lo porque não existe motivo para fechar as portas ao diálogo. Porém, Marinho explicou que a Prefeitura espera o resultado financeiro do segundo quadrimestre para dizer qual o teor da conversa que a prefeitura pretende ter com o sindicato em outubro. Se houver melhora, haverá proposta de reajuste. Se estiver igual ou pior não será oferecido nenhum índice de reajuste.

Salatiel Hergezel não atendeu meus chamados.

Comentários

Leia também