Tem início construção de viaduto sobre a rodovia Raposo Tavares, fruto de acordo, após embargo da prefeitura, entre construtora e Ministério Público, com previsão de estar pronta em fevereiro próximo

Depois de ter embargado as obras de 22 torres, de 8 andares cada uma, do residencial Salamanca na rua João Wagner Wey região do Jardim América em maio do ano passado, o prefeito Crespo deu início a obra de construção de um viaduto sobre a rodovia Raposo Raposo Tavares, que fará a ligação entre as ruas João Wagner Wey e Augusto Lippel, no Campolim. O viaduto é fruto de uma compensação oferecida pela Construtora MRV devido a construção dos apartamentos no local. O acordo entre construtora e prefeitura foi mediado pelo Ministério Público.

Na tarde de quinta-feira uma cerimônia oficial marcou o início das obras do novo viaduto e a “partir de fevereiro de 2019, milhares de pessoas serão beneficiadas pela obra, que será construída pela MRV Engenharia, sem nenhum custo para o município, a partir de uma medida mitigatória para compensar a geração de tráfego provocada pela implantação de um conjunto de apartamentos no Jardim São Carlos”, divulgou a assessoria do prefeito.

Por sugestão do promotor Jorge Alberto de Oliveira Marum, presente à cerimônia de início das obras, o viaduto ganhará o nome de Zuleika Sucupira Kenworth. Nascida em Jundiaí, passou a infância em Sorocaba, formou-se em Direito pela Universidade de São Paulo e tornou-se a primeira promotora da América Latina. Após uma destacada carreira pública, Dona Zuleika morreu em dezembro de 2017, aos 105 anos.

O prefeito José Crespo, acompanhado da primeira-dama e presidente do Fundo Social de Solidariedade, Lilian Crespo, ressaltou “a importância do diálogo entre diferentes instâncias para a viabilização da obra. Tivemos uma série de reuniões com moradores e lideranças importantes, com as concessionárias de serviços públicos, com órgãos como a Polícia Ambiental e com o Ministério Público, especialmente com o doutor Marum, até chegarmos à melhor conclusão para todos”, explicou o prefeito.

“Esta obra é um exemplo do quanto podemos fazer quando trabalhamos juntos, o poder público e a iniciativa privada, para oferecer o melhor à comunidade”, disse o secretário de Planejamento e Projetos, Luiz Alberto Fioravante. Para o secretário de Conservação, Serviços Públicos e Obras, Fábio Pilão, a construção do viaduto mostra mais uma vez a agilidade da atual administração e a parceria entre as suas secretarias.

Comentários

Leia também