Acordo estadual entre PPS e PSDB pode atingir a chapa do PMDB na eleição sorocabana

O secretário de Agricultura do governo do Estado de São Paulo, Arnaldo Jardim, é o presidente estadual da legenda. E está nas mãos dele uma negociação com o governador Geraldo Alckmin para que o PPS tenha mais espaço no governo, o que significa cargos. Em troca o apoio que o PPS dá hoje ao governador seria estendido a cada cidade paulista levando o PPS a apoiar os candidatos do PSDB. Se isso de fato se concretizar, em Sorocaba particularmente, a interferência será evidente na coligação em torno do PMDB, do pré-candidato Renato Amary. Isso porque aqui, há décadas, o PPS é aliado de Renato Amary, mesmo quando ele não era do PMDB. Se o PPS ficar com o PSDB leva junto seu tempo de TV e, ainda, um dos principais adversários do partido, vereador Marinho Marte. O PSDB tem a intenção de ter chapa pura para concorrer a vereador. Se isso ocorrer, o que seria de Marinho?

Comentários

Leia também