Apesar de não devolver o cargo a Crespo, decisão da juíza anima seus aliados

Afirmei em minha postagem de ontem que os advogados das partes dessa ação anulatória (prefeito cassado e Câmara de Vereadores) passaram a véspera do feriado do aniversário de 365 anos da cidade de Sorocaba apertando o F5, a tecla do computador que atualiza a página que estiver online na tecla do computador até que no final da tarde saiu a decisão da juíza Karina Jemengovac Perez, da Vara da Fazenda Pública do Foro de Sorocaba, indeferindo o pedido da defesa do prefeito cassado Crespo para anular a Comissão Processante.

O que era para ser tristeza de um lado (dos aliados do prefeito cassado) e alegria do outro (aliados da vice-prefeita que ocupa o cargo de prefeito) se inverteu em razão dos pontos elencados nas duas postagens  anteriores de hoje: o reconhecimento de que o namorado da vice é suspeito em seus votos e no parecer do relatório da Comissão Processante.

Para os aliados do prefeito, a decisão de que a cassação será revertida no Tribunal de Justiça aumentou e chegaram a avaliar que é de 80% a chance de que Crespo volte ao cargo para o qual foi eleito em 2016.

Para aliados do presidente da Câmara de Vereadores, Fernando Dini já deve se reunir com seus advogados e, em caso de insucesso de Crespo no TJ, estar com ação pronta para pedir a cassação da vice e ele, assim, se tornar prefeito tendo como base a argumentação da juíza Karina Jemengovac Perez na sua decisão sobre o prefeito Crespo.

Entre os aliados de Jaqueline Coutinho, a ordem é seguir trabalhando independentemente do que a Justiça virá decidir uma vez que ela não articulou a cassação do prefeito e ocupa o cargo unicamente pelo que diz a lei. Na foto, ela aparece discursando no ato cívico em comemoração aos 365 anos de Sorocaba celebrados hoje.

Comentários

Leia também