Arrecadação estadual de ICMS cai 6,25% no comparativo com o mesmo período de 2015. Em Sorocaba cai 26%

O Governo do Estado de São Paulo depositou nesta terça-feira (03/05) R$ 395,69 milhões em repasses de ICMS  (imposto sobre operações relativas à circulação de mercadorias e sobre prestações de serviços de transporte interestadual, intermunicipal e de comunicação) para os 645 municípios paulistas. O depósito feito pela Secretaria da Fazenda é referente ao montante arrecadado no período de 25 a 29 de abril de 2016. Os valores correspondem a 25% da arrecadação do imposto, que são distribuídos às administrações municipais com base na aplicação do Índice de Participação dos Municípios (IPM) definido para cada cidade.

O comparativo entre o arrecadado no primeiro quadrimestre de 2015 (R$ 8,06 bilhões) com o mesmo período deste ano (R$ 7,69 bilhões) mostra queda de 6.25% no total arrecadado pelo governo de São Paulo.

Na quarta-feira (04/05) durante sua participação na coluna “O Deda Questão” no Jornal da Ipanema (FM 91,1Mhz), o prefeito Pannunzio explicou que a queda do repasse do ICMS para Sorocaba no começo desta semana foi de 26%.

A falta de dinheiro (como postado aqui nesta semana) tem criado um clima tenso entre secretários municipais e o Cotim (Comitê de Otimização do Gasto Publico) da Prefeitura de Sorocaba criado com a intenção de dar as diretrizes para a execução orçamentária e promover maior integração, agilidade e qualidade nos gastos públicos.O Cotim é formado pelos secretários de Planejamento e Gestão (Edsom Ortega), de Finanças (Aurílio Caiado) e da Administração (Roberto Juliano) e coordenado pelo primeiro (Ortega) que está sendo demonizado por seus colegas.

Comentários

Leia também