Bolsonaristas sorocabanos defendem presidente, fazendo ataques

Os defensores do presidente Bolsonaro em todo o Brasil, inclusive em Sorocaba, onde o presidente eleito teve 5 vezes mais votos do Haddad na eleição de 2018, saíram em defesa da decisão governamental de bloquear o orçamento da pasta de Educação fazendo o que sabem: atacando.

Ao contrário da campanha, onde havia um inimigo a ser combatido, dessa vez o inimigo inventado pelo presidente são os estudantes a quem ele classificou de “idiotas úteis, uns imbecis” em sua rede social: “A maioria ali é militante. Não tem nada na cabeça (…) São uns idiotas úteis, uns imbecis que estão sendo usados como massa de manobra de uma minoria espertalhona”.

Mas entre esses estudantes estão pais que elegeram Bolsonaro. Então o inimigo de outrora, Lula e o PT, precisavam ser relembrados e toca disparar whattsapp lembrando que Lula cortou verba da educação, que o PT acabou com o Brasil, que Sorocaba não precisa de manifestação, mas do dinheiro que o Lula roubou e etc e etc e etc… O discurso que colou na campanha.

Ficou evidente o desconforto dos eleitores de Bolsonaro (repito, 5 vezes mais do que Haddad na última eleição) com as ruas sorocabanas lotadas: Um público estimado, segundo a Polícia Militar, no ato em Sorocaba em 1,5 mil pessoas ou 4 mil pessoas para a Apeoesp (Sindicato dos Professores do Ensino Oficial do Estado de São Paulo).

Além do contingenciamento de repasse destinado a universidades federais e a programas de pesquisa, as entidades estudantis protestam contra as declarações polêmicas do ministro Abraham Weintraub, que associou o corte a atos de “balbúrdia”.

Para piorar, o ministro da educação ao prestar esclarecimentos aos deputados federais no plenário da Câmara dos Deputados na tarde desta quarta-feira, ironizou perguntando de os parlamentares sabem o que a carteira azulzinha se referindo a Carteira de Trabalho assinada.

Enquanto Lula e o PT eram os adversários, o jogo era um. Agora que são os estudantes, os inimigos, o jogo é outro. E a Região Metropolitana de Sorocaba, com manifestos em Sorocaba, Itapetinga, Tatuí, Conchas, São Roque, Itu está sintonizada com o Brasil onde ocorreram manifestações em todas as capitais e outras 150 cidades em 26 estados.

Bolsonaro a cada dia que passa cava sua própria cova ao criar para si problemas que ele não tinha.

Comentários

Leia também