Cai para 9 o número de candidatos interessados em disputar a prefeitura de Sorocaba

Os militantes da esquerda de Sorocaba, que se organizavam em torno do PSTU, inclusive sua principal liderança, o metalúrgico Marcos Latino, oficializaram o ingresso no PSOL Sorocaba em ato ocorrido sexta-feira passada (09/10), na sede do Psol Sorocaba. O evento teve a presença do presidente do PSOL sorocabano, Marco Antônio, e do deputado estadual, Raul Marcelo, provável candidato do partido à eleição para prefeito de Sorocaba em 2016. Com esta decisão, Latino abandona a idéia de concorrer a prefeito e sairá candidato a vereador.

O que está confirmado na eleição de 2016 para prefeito de Sorocaba são as pré-candidaturas de Renato Amary (PMDB), Hélio Godoy (PRB), Raul Marcelo (PSOL), Glauber Piva (PT) e alguém pelo PSDB.

Outros quatro candidatos (eram cinco até Latino migrar do PSTU para o PSOL) também estão com vontade de se candidatar, mas não descartam compor com algum dos candidatos acima citados. São eles: Flávio Chaves (PSC) que que poderá negociar e fazer uma aliança com o candidato tucano ou o do PMDB. Cláudio do Sorocaba 1 (PR) que poderá novamente concorrer a vereador e fazer composição com os tucanos. Fernando Oliveira (PSDC) que também pode buscar uma vaga para vereador e compor com o PSDB. E por fim Laerte Moleta que poderá se aliar aos tucanos também.

Comentários

Leia também