Candidato a prefeito do DEM diz que vai usar motivação de médicos e equipe para mudar o paradigma da saúde em Sorocaba, evita críticas e polêmicas e insistiu ao longo de uma hora de entrevista a frisar que é cristão

crespoitvNa seqüência da segunda rodada de entrevistas do Jornal da Ipanema (FM 91.1Mhz), dentro da coluna O Deda Questão, com os concorrentes ao cargo de prefeito de Sorocaba, hoje (26/09) foi a vez de José Crespo (DEM) falar sobre este momento da eleição, que acontece daqui seis dias, domingo que vem (02/10).

A série começou com Raul Marcelo (PSOL) na quinta-feira. Na sexta-feira foi a vez de Glauber Piva (PT). Nesta terça-feira (27/09) será a vez de João Leandro (PSDB) e na quarta-feira (28/09) está segunda rodada de entrevistas chega ao final com a participação de Hélio Godoy (PRB). Logo após as entrevistas na rádio, que acontece entre 8h e 9h, o candidato desce ao estúdio da ITV (Canal 24 da NET), que fica no prédio da própria rádio, e concede nova entrevista ao vivo, das 9h30 às 10h, para Kiko Pagliato e este blogueiro. A entrevista pode ser vista por quem sintonizar na ITV.

Pesquisa, comportamento e discurso cristão

Durante a entrevista, na rádio Ipanema e na ITV, Crespo expressou claro tom de conciliação, de compreensão, de não agressão, não polemizou em temas que em outro momento insistiria na ironia e no tom incisivo que muitas vezes beirava arrogância e autoritarismo. Dessa vez se manteve absolutamente calmo.

Crespo diz que esse comportamento é fruto do seu amadurecimento. Disse que ao contrário de outras eleições (quando tinha mais dinheiro) nesta aqui sem doações de empresas e com o eleitor sem a cultura de fazer doações, está trabalhando apenas na intuição de sua equipe. Ou seja, ele negou que seu comportamento esteja alinhado com o que pesquisas estariam indicando como a melhor maneira dele se comportar.

Crespo disse ainda que pesquisa é um momento e que ele tinha boa vantagem há dez dias e que mantém o pé no chão a respeito do futuro. Ele sente que está bem, mas não tem dado de pesquisa alguma para dizer se vai ganhar no 1º turno (no Ibope/TV TEM ele tinha 40% e a soma dos outros 4 candidatos era de 45%).

Sobre a recorrente afirmação de que é cristão (o que significa dizer que respeita todas as igrejas baseadas em Jesus Cristo o que inclui católicos, evangélicos, presbiterianos…) ele disse que sente (intuição, segundo ele e não dado de pesquisa) que está muito bem entre os eleitores evangélicos.

Discorda de comparação com Jânio Quadros

Na entrevista do Jornal da Ipanema e na ITV o jornalista Kiko Pagliato disse que Crespo tem um estilo de Jânio Quadros (polêmico político brasileiro que renunciou à presidência da República e que se comportava com talão de multa no trânsito, como fiscal do servidor…). Crespo, que em outras vezes poderia responder atravessado e começar uma polêmica, respondeu com uma surpreendente calma. Afirmou que Jânio era muito exagerado e que agia mais com o fígado do que com o cérebro. E que ele, se eleito, vai ouvir muitos as pessoas antes de agir, mas que vai agir com firmeza.

O que vai fazer na saúde e o Hospital Regional

Boa parte da entrevista foi para entender o que Crespo vai fazer na área da saúde. É o tema que mais preocupa o eleitor sorocabano segundo a pesquisa Ibope/TV Tem. Crespo afirmou que vai mudar o paradigma da saúde motivando o médico e toda a equipe de enfermeiro, auxiliares e atendentes. Quis saber se isso era aumentar salário e ele assumiu o compromisso de pagar a média do que é pago ao setor em cidades como Campinas, São José dos Campos e Santos. Mas que o mais importante na motivação de um profissional é dizer a ele o que o governo espera dele. E queremos saber dele o que é necessário, o que ele espera do prefeito, para que ele faça o seu trabalho.

Crespo acredita que aumentando a número de consultas com médicos mais motivados será possível dar mais resolutividade nas consultas, evitando filas. E as filas que já existem poderão ser resolvidas com mais consultas e também com mutirões. Disse que vai querer que o governador aumente a eficiência do Hospital Regional ou que dê o dinheiro que gasta hoje no Hospital Regional para a prefeitura municipalizar a administração do Regional. Disse que somente depois de ver os contratos vai decidir se o contrato com o BOS (que administra a IPA do Éden e UPH da Zona Leste) será mantido ou não, mas ressaltou que quer trabalhar com o servidor municipal.

Outros assuntos

Crespo falou do Cartão Cidadão (que terá a vida do munícipe contida nele, por meio de um chip); criticou o atual modelo de contrato do BRT e que irá fazer o BRT em Sorocaba, mas não esse que está ai; falou sobre a CPIO do Lixo e das Obras Paradas; do compromisso com os 13 partidos que o apoiam neste 1º turno; sobre o que pretende fazer para resolver o problemas da mendicância na região central.

Comentários

Leia também