Confirmada nova variante do vírus em Sorocaba

A possibilidade de que tenha sido encontrada uma nova cepa (que não é a de Manaus e nem a do Reino Unidos) do Covid-19 em Sorocaba, conforme publiquei ontem, foi confirmada por uma equipe do Instituto Butantan que esteve na cidade.

O presidente da entidade, Dimas Covas, explicou que a variante é parecida com a da África do Sul, mas, como a paciente não tem histórico de viagem, não está descartada a hipótese de que seja uma nova variante, uma evolução das variantes que já foram identificadas na cidade: do Reino Unido, de Minas Gerais e de Manaus (AM).

A nova variante foi detectada em uma mulher de 34 anos, usuária do sistema público de saúde de Sorocaba, que apresentou sintomas leves, com evolução clínica favorável. O fato dela ter sido atendida em Sorocaba, necessariamente, não significa que ela seja residente na cidade uma vez que as unidades básicas de saúde atendem pacientes do SUS (Sistema Único de Saúde), ou seja, diariamente centenas de moradores das cidades da região procuram por atendimento médico local.

O diretor do Centro de Contingência do Coronavírus, Paulo Menezes, explicou que apenas quando houver a confirmação do tipo da variante encontrada (se é a sul-africana ou um tipo novo) será possível dizer se ela é mais contagiosa do que as outras já confirmadas.

Seja o tipo que for, como expliquei ontem, essa nova variante coloca pressão sobre o prefeito Manga uma vez que apenas o isolamento, máscara e uso do álcool em gel são alternativas confiáveis para combater a circulação do vírus. Evidentemente que a vacina é a melhor das soluções, mas como há um atraso monumental por parte do governo federal para a aquisição delas, a população está sendo vacinada num ritmo aquém do necessário.

O que aumenta a pressão sobre Manga é o seu passado (quando vereador ele questionava e criticava o isolamento), agora cobrado por seguidores do presidente Bolsonaro que não admitem que o prefeito tenha visto o isolamento como bom para combater a doença. Lembrando que o Capitão Cloroquina ainda não se convenceu da eficiência do isolamento e propaga que o uso do kit-covid previne a doença, o que são duas balelas graves, e que são interpretadas como o motivo do volume exorbitante de mortes por Covid-19 no Brasil, que passou dos 312 mil mortos com média diária chegando perto das 4 mil mortes.

O prefeito ainda não se convenceu que deve cancelar o uso do kit-covid em Sorocaba, mas pelo menos ele não nega o isolamento. Que ele siga resistindo aos apelos e manifestações dos fanáticos. Que o prefeito siga a vigência da medida de quarentena e emergenciais previstas na Fase Vermelha do Plano São Paulo de Combate à Pandemia de Covid-19.

Ameaça na Urbes

Na foto que ilustra a publicação de hoje, o prefeito Manga está no Terminal Santo Antônio anunciando que determinou ao presidente da Urbes que não haja lotação nos ônibus e, caso venha a ser registrado ônibus lotado, Luiz Franquin, o titular da empresa pública, será demitido do cargo.

Comentários

Leia também