Diminuem pessoas usando ônibus diariamente em Sorocaba. São 8 mil viagens a menos

O corte pela metade na quantidade de ônibus numa linha do extremo oeste de Sorocaba me chamou a atenção para o fato de que alguma coisa estava acontecendo e perguntei diretamente a Renato Gianolla, presidente da Urbes (empresa pública que gerencia o trânsito e o transporte em Sorocaba) se nessa toada de economia em recessão a Urbes estaria cortando linhas e horários?

Ele me confirmou que estão sendo feitos ajustes na oferta de ônibus de acordo com a demanda de passageiros: “Nada de corte na carne apenas ajustes necessários. Estima-se uma queda de 5% da demanda. Ai horário ocioso ou de pouco passageiro é eliminado ônibus em algumas vezes em outras, por exemplo, uma linha de 8 minutos de intervalo passa para 9 ou 10 minutos. Mas essa engenharia não  é muito fácil de ser feita, estamos fazendo devagar e acompanhando de perto para não prejudicar o usuário”.

A média em dias de semana em Sorocaba era de 150 mil viagens e com essa queda de 5% significam menos 8 mil viagens dia. Não é possível afirmar que sejam 8 mil pessoas que deixaram de usar o sistema e, nem mesmo que são 4 mil (ida e vota de uma destino), pois há quem vá a pé a algum lugar e volte de ônibus, por exemplo, entre outras tantas possibilidades.

O que se pode afirmar é que essa queda, registrada a partir de agosto e ainda neste mês de setembro, chega junto com o momento mais crítico da economia onde índices de consumo e produção batem recordes negativos.

Comentários

Leia também