Escolha de outro tucano para secretário alivia a ansiedade do 1º suplente do partido que por algumas horas achou que não iria assumir. Mas clima está quente no PSDB, afinal Anselmo não conversou com nenhuma liderança tucana para aceitar o convite

jpquase

O advogado João Paulo Miranda, o JP, que ficou em quarto lugar dentro da coligação da chapa de vereadores do PSDB na eleição de outubro estava celebrando o fato de debutar como vereador quando Martinez aceitou ser o secretário de Relações Institucionais e Metropolitanas do governo Crespo. Ouvi uma empolgante entrevista que ele concedeu ao programa Na Noite na radio Ipanema (FM 91.1Mhz) dada a Tiago Cordeiro. Ele falou com entusiasmo de um projeto que pretende apresentar para que Sorocaba tenha a Parque dos Italianos, na Vila São João, assim como tem o Parque dos Espanhóis no Barcelona. Falou também de um aplicativo de celular onde seus seguidores poderão acompanhar votações ao vivo na Câmara e até sugerir como deve votar o vereador. Em resumo, estava feliz.

Ai, na manhã de hoje, veio a surpresa. Embora Martinez tenha avisado Crespo na noite de quarta-feira que iria declinar do convite de ser secretário, apenas na manhã de hoje isso ficou oficializado. E JP foi comunicado pelo próprio Martinez de que ficaria na Câmara e ele, em consequência, sem poder assumir.

Foram horas de desânimo e decepção. Até que o telefone tocou e ele recebeu o convite para ir até o gabinete de Crespo. Lá deu de cara com Anselmo Neto, do seu partido, e ficou sabendo que ele havia aceitado ser o secretário. “Foi uma gentileza do Crespo me chamar e dizer que estava assegurado o meu mandato. Fiquei feliz”, me disse JP.

Clima quente no ninho

Se a ida de Martinez ao governo Crespo havia sido contestada, em especial pelo prefeito Pannunzio, que via um erro nisso, a de Anselmo está ainda mais. Martinez antes de aceitar ser secretário teve o cuidado de consultar a deputada estadual Maria Lúcia Amary e o deputado federal Vitor Lippi que lhe deram o aval. Isso amenizou o clima ruim para o lado de Martinez. Porem, Anselmo Neto não teve o mesmo cuidado. Ele não ligou a nenhum liderança. No grupo de whattsApp da Juventude Tucana, que havia aceitado Martinez, o clima está fervendo. Há o entendimento de que Anselmo deveria ter tido o cuidado de ter consultado alguns dos líderes. Aliás, nem mesmo Martinez ele consultou. Foi pela imprensa que Martinez soube que Anselmo seria o seu substituto.

Claro que sem o aval o PSDB poderá até expulsar Anselmo do partido. Se isso ocorrer será apenas uma posição política, pois isso não afetaria em nada a decisão de Anselmo de ser secretário e nem a de JP em ficar com o mandato. Obviamente que consequências menores aconteceriam, como os cargos que cada um tem direito a indicar. Enfim, o fato é que o clima é quente e ruim para o lado de Anselmo por ter respondido sem a Crespo sem antes consultar as lideranças do partido.

Na foto, JP e Anselmo ladeiam Crespo no 6º andar da Prefeitura

Comentários

Leia também