Troca-troca de nomes tucanos no secretariado de Crespo surpreende. Depois de externar orgulho em ser secretário e se despedir da Câmara em Nota Oficial, Martinez declina de convite de manhã e à tarde Anselmo Neto é nomeado

O desfio do momento é entender o que está por trás da decisão do vereador Martinez de ter declinado de ser o secretário de Relações Institucionais e Metropolitanas do governo Crespo, depois de usar sua página no Facebook para emitir, exatamente um mês atrás, no dia 6 de dezembro de 2016, uma Nota Oficial onde afirma:  “Depois de mais de vinte anos dedicados ao Legislativo Municipal, em decorrência da atuação ética e articulação política que desenvolvi durante este tempo, tive a honra de ser convidado pelo prefeito eleito José Crespo, para assumir o cargo de Secretário de Relações Institucionais e Metropolitanas, importante posto na administração municipal.”

Por que é um desafio? Primeiramente por que as razões que levaram Martinez a mudar de ideia em um mês são de foro íntimo e foi exatamente isso o que ele me disse, com exclusividade hoje pela manhã, quando confirmei a informação com ele e a divulguei ao vivo na rádio Ipanema (FM 91.1Mhz) no programa Break Fest de Válter Cális. “São razões pessoais”, me disse Maetinez. Mas são pessoais em que termos? Questão de âmbito familiar ou de ter visto neste mês uma situação que não lhe agradou? Ai reside o desafio.

Como está tudo absolutamente bem com todos os familiares de Martinez, as razões pessoais se dirigem para aquilo que é de interesse público, ou seja, o que Martinez viu ou percebeu entre o dia 6 de dezembro quando se despediu em Nota Oficial e o dia 6 de Janeiro quando confirmou que tinha declinado do convite para ser secretário?

A informação que me deixa mais perto dessa resposta diz respeito à pouca mobilidade com que Martinez teria no desempenho da função de secretário de Relações Institucionais e Metropolitanas. Pouca mobilidade porque Martinez teria de algum modo de prestar contas, digamos assim, de seus atos com Hudson Zuliani, secretário de Gabinete Central, e pessoa do relacionamento pessoal de Crespo, o chamado braço-direito. Quem conhece Martinez sabe o quanto isso afetaria sua personalidade. Presidente do Legislativo por 7 mandados, ele é o tipo de pessoa que ninguém tutela. Mas, repito, Martinez não me disse isso. E quem me disse, afirmou também que Crespo iria corrigir qualquer sensação de intromissão que Zuliani pudesse ter despertado em Martinez.

O fato é que tem algo mais nesse angu Zuliani x Martinez. Quem sabe Zuliani tenha mexido com pessoas ou cargos de funcionários públicos que sempre estiveram sob as asas de Martinez. Mas isso, repito, são raciocínios para entender o fato. Não são fatos. Só raciocínios.

Escolha de Anselmo ameniza desgaste

O governo Crespo já havia sofrido a baixa de dois integrantes do seu secretariado, ambos da área da Saúde (Janayne Maffeis e Sérgio de Oliveira) e estava sendo colocado em xeque com a terceira baixa, essa de Martinez. Mas qualquer desgaste foi rapidamente corrigido de uma maneira que ameniza o peso desse desgaste.

Esse é outro desafio a ser compreendido. O que levou Anselmo a aceitar ser o secretário de Relações Institucionais e Metropolitanas? Também são razões de âmbito pessoal.

Mas vale lembrar que Anselmo Neto quase foi o candidato a prefeito do PSDB ao mesmo tempo em que Martinez também quase foi o candidato. Nos meses de lenga-lenga dos tucanos para escolher o candidato, houve uma semana em que Martinez passou como o candidato e, do nada, no plenário da Câmara, ele explodiu e disse que deveria ser Anselmo Neto que, em tom de voz igualmente veemente, respondeu que ser candidato era para Martinez. Enfim, claramente ficou um clima de competição entre os dois. No final, todos sabem, sobrou para João Leandro, presidente do diretório e ex-super secretário de Pannunzio ser o candidato quando já estava em cima da hora. Faltou tempo para João Leandro ter construído sua candidatura e ele perdeu no 1º turno.

Crespo, feliz com a decisão de Anselmo depois de ter ficado decepcionado com a decisão de Martinez, afirmou que “ experiência de Anselmo Neto e a sua liderança serão fatores fundamentais para o sucesso do nosso governo na relação com os demais integrantes do Legislativo e também na importante tarefa de congregar a Região Metropolitana de Sorocaba”. Quanto a Martinez, Crespo disse: “ele se comprometeu a contribuir efetivamente com o governo atuando como vereador neste seu quinto mandato.”

Nota Oficial de Martinez de um mês atrás

Depois de mais de vinte anos dedicados ao Legislativo Municipal, em decorrência da atuação ética e articulação política que desenvolvi durante este tempo, tive a honra de ser convidado pelo prefeito eleito José Crespo, para assumir o cargo de Secretário de Relações Institucionais e Metropolitanas, importante posto na administração municipal. Desta forma, continuarei meu trabalho, agora na Prefeitura, agindo para que Sorocaba cresça e se desenvolva cada vez mais. Estarei juntamente com o prefeito José Crespo buscando soluções e alternativas para a cidade que  ajudei a construir e conheço tão bem, nas demandas de obras de cada região e em leis que melhorem a vida do cidadão sorocabano. Atuarei lado a lado com a Câmara para prosseguir defendendo o munícipe, o funcionalismo público e todos aqueles que confiam no meu trabalho, pois,  assumi com você o compromisso de ajudar a construir uma Sorocaba cada vez melhor.

Comentários

Leia também