Guarda Municipal tenta furar barreira de grevistas do lixo, mas é sensível ao clima tenso

O clima quente que envolve a greve dos lixeiros de Sorocaba, iniciada na sexta-feira passada, ficou ainda mais acalorado e, ainda bem, terminou apenas em ânimos alterados na tarde de hoje (5/4) durante a audiência conciliatória relacionada entre coletores e empresa na rua 28 de Outubro, em frente à regional de Sorocaba do Ministério do Trabalho e Previdência Social, no Alto da Boa Vista. Tudo porque uma viatura da GCM (Guarda Civil Municipal) forçou a passagem por uma barreira de grevistas que reagiram com tapas e murros na viatura. Ainda bem que o guarda que dirigia a viatura foi sensível à tensão do momento e deu ré retirando a viatura do tumulto.

A audiência de conciliação reuniria representantes da Prefeitura de Sorocaba, do Sindicato dos Empregados em Turismo e Hospitalidade de Sorocaba e Região (Sinetur) e do Consórcio Ambiental Sorocaba (CSA), mas ninguém da empresa compareceu. Ou seja, a greve continua.

Comentários

Leia também