Já somos duas espécies de brasileiros

O embate entre bolsonaristas e não-bolsonaristas ganhou um rumo diferente nesta semana em que o presidente da república esteve em Nova York, na sede da ONU, para o discurso anual onde as líderes dos países se pronunciam oficialmente aos seus colegas a respeito do que se passa em seu país.

Esse rumo diferente se dá pelo constrangimento de um lado e do outro. Os bolsonaristas se vendo obrigados a não dar o braço a torcer, de que erraram na sua escolha, e seguir defendendo o que o ídolo (mito) deles afirma. Os não-bolsonaristas com vontade de falar “eu avisei”, mas evitando afim de manter uma ponte de amizade com os bolsonaristas.

O olhar dos não-bolsonaristas quando tem diante de si um bolsonarista é “cara como você ainda é trouxa”.

Os bolsonaristas, por sua vez, desviam o olhar.

O PIB 2021 vai crescer 5,7%, tagarela o bolsonarista como um papagaio que não pensa e repete o que o dono manda. Humm, sei, retruca o não-bolsonarista com vontade de dizer ao trouxa, mas para evitar humilhação apenas pensa: mas isso é referente aos 4 negativos do PIB de 2020.

Os não-bolsonaristas citam que as ligações clandestinas de rede elétrica, os famosos “gatos” de energia, teve aumento expressivo neste primeiro semestre de 2021 na região de Sorocaba e em outras cidades do Estado de São Paulo. A culpa é do preço excessivo da energia, da falta de emprego e renda do cidadão. Os bolsonaristas, por sua vez, falam que são ladrões.

Os não-bolsonaristas lembram que 85% dos brasileiros reduziram o consumo de algum alimento (principalmente carne vermelha) desde o início do ano de 2021, segundo uma pesquisa Datafolha realizada entre 13 e 15 de setembro. Os bolsonaristas não dizem nada. Alguns apenas se constrangem com isso.

Me pergunto: É preciso coragem para ser bolsonarista? Sim, mas também é preciso falta de empatia, me respondo. Nada mais justifica seguir apoiando esse desgoverno.

E para não existir dúvida quando digo que somos dois tipos de brasileiros: um é o bolsonarista o outro não é o lulista, petista, comunista ou qualquer outro ista, mas apenas não-bolsonarista.

Comentários

Leia também