Juventude do PSC de Sorocaba emplaca quatro projetos para apresentar na 3ª Conferência Nacional em Brasília

Paulo Felipe Trindade, David Vannucci, Felipe Rodrigues e Frederico Salomão, jovens do diretório municipal do PSC de Sorocaba, tiveram suas propostas selecionadas entre 21 mil inscrições de todo o Brasil para serem apresentadas na 3ª Conferência Nacional da Juventude que acontecerá em Brasília. Nenhuma das propostas apresentadas pelas juventudes do PSDB, PMDB, PT ou PSOL foram selecionadas.

A Conferência Nacional da Juventude visa à promoção de políticas públicas, em articulação com os municípios e as organizações da sociedade civil, para o incentivo a criação de centros especializados no fomento a formação profissional, progressiva e contínua dos jovens, aspirando à formação integral dos mesmos, quanto à cidadania e sua profissionalização, despertando o seu reconhecimento de potencialidades culturais, humanos, artísticas, educacionais, econômicos, desportivos, sociais, e pessoais, com vista no seu aperfeiçoamento profissional, levando em consideração as especialidades territoriais, estimulando o protagonismo juvenil de modo a garantir-lhe o seu futuro ingresso e permanência no mercado de trabalho. Valho-me do presente para ressaltar que esta proposta contém elementos fortemente fundamentais para a prevenção da violência e da criminalidade juvenil, e para ressaltar que o jovem tem um papel fundamental e estratégico para o desenvolvimento do país, visto que, este deve ser visto não somente como beneficiário, mas também como sujeitos ativos pela busca de um Brasil desenvolvido, rico e mais justo.

Confirma as propostas sorocabanas selecionadas:

Juventude e Trabalho – Melhorar e apoiar a qualificação profissional dos jovens para que eles estejam preparados e sejam incorporados no mercado de trabalho. Se o jovem estiver se qualificando profissionalmente diversos setores poderão ser melhorados de forma automática.O Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT) poderia ser utilizado como possível financiador destes cursos de capacitação para o trabalho que seriam ofertados para a juventude.Os jovens hoje sem trabalho nao conseguem arcar com as despesas da faculdade.Existe vaga de trabalho no mercado, o que falta é a qualificação.

Cidadania – Nossos jovens devem ser incentivados a participar dos processos eleitorais. As câmaras municipais, estaduais e federais devem ter cotas exclusivas para jovens. O Jovem possui vontade, energia, disposição, idéias e não se cansa. Com a participação de mais jovens nas casas de leis, politicas publicas para nossos jovens passarão a ser debatidas de forma mais eficaz. Os jovens terão voz e voto a favor de outros jovens. Da mesma forma que existem cotas para mulheres na formação de chapas, as cotas deveriam ser proporcionais nas cadeiras das casas de leis.

Comentários

Leia também