Motoristas com camiseta de estampa camuflada mandam recado: se for preciso haverá guerra na luta salarial

Na próxima sexta-feira (20/05) será possível saber se os motoristas de ônibus de Sorocaba vão fazer greve a partir da próxima semana. Em duas assembleias realizadas hoje (18/05) eles decidiram pelo estado de greve (circular mesmo de dia com os faróis acesos para preparar o usuário de que poderão parar) e enviar na sexta-feira próxima um comunicado para a direção das empresas que operam o sistema sobre a paralisação que pretendem fazer na semana que vem. Por lei, por ser serviço essencial, o Sindicato dos Rodoviários, que representa os motoristas, tem de avisar o patrão com 72 horas de antecedência da paralisação.

Mas o que me chama a atenção é o espírito dos motoristas que participaram da assembleia, traduzido na camiseta que decidiram usar: estampa de camuflagem. Essa roupa traduz o recado do tipo se for preciso haverá guerra na luta salarial. Como desejam 16% (10% da inflação mais 6% de aumento real) de aumento e as empresas oferecem menos do que 5%, se supõem uma paralisação de fato. Salvo algum engano, em Sorocaba nunca aconteceu greve de motoristas por mais que algumas horas, um dia talvez. Vale ressaltar, porém, que a direção do sindicato está aberta a ouvir as empresas e evitar a greve se a proposta de aumento salarial e outros benefícios forem revistos.

Comentários

Leia também