Não me reconheço nessa Câmara

A aprovação dos projetos que concedem Título de Cidadão Sorocabano, na Câmara Municipal, na manhã de hoje, a Jair e Eduardo Bolsonaro teve uma comicidade infantilóide assumida por três parlamentares que se travestiram com adereços em homenagem a pai e filho. Foram 13 votos favoráveis dos 20 possíveis.

Mais uma vez Sorocaba vira piada nacional.

Nasci aqui, vivi e vivo aqui e ainda assim me choca o comportamento do “representante do povo”. Não reconheço nessa votação e muito menos me reconheço no “clima de Praça É Nossa”, como definiu a sessão de hoje a vereadora do PSOL, Fernanda Garcia. Quando Dylan Tomas apareceu com uma máscara de papelão do presidente Jair e imitando a voz característica do presidente ouvi a vereadora Iara Bernardi (PT) pedir um pouco de seriedade para a Casa Legislativa.

Como escrevi ontem, os vereadores, com estes títulos, assinaram embaixo das ações e omissões do presidente da república. Dizem que concordam com o que ele fez. Simples assim. Não há troca de favor com o colega vereador para que ele vote em seu projeto no futuro. Os títulos aos Bolsonaro significam, somente, que cada um dos 13 votantes concordam com o que foi feito, deixado de fazer e ainda será feito.

Comentários

Leia também