Para completar esse melodrama, só falta Tati Polis se juntar aos dois

O prefeito Crespo concedeu entrevista exclusiva ao repórter Rubens Maximiano do Jornal da Ipanema (FM 91,1Mhz), na última sexta-feira, quando voltou a dizer que tem conversado com a vice-prefeita Jaqueline Coutinho. Mais, ele disse desejar que as Comissões Processantes que investigam ambos, separadamente, não resultem em cassações para que eles possam dar continuidade às ações do governo.

“Estamos de mãos dadas em benefício do povo de Sorocaba”, disse o prefeito.

O repórter, já no final da entrevista, pergunta ao prefeito se a vice já está de volta à prefeitura, após a crise no governo que separou ambos. “Ela nunca saiu. O gabinete dela sempre esteve garantido. O que se trata agora é de ela se aproximar mais do governo. Eu já a convidei e ela aceitou. É uma questão das comissões passar, a partir do final, pode contar, com certeza, que Jaqueline estará junto nas ações do governo”, finalizou o chefe do Executivo.

Hoje, segunda-feira, fim de feriado, e nenhuma manifestação pública nestes 3 dias da vice-prefeita dizendo algo em contrário. Ou seja, ela assinou embaixo do que disse o prefeito.

Crespo e Jaqueline estão batendo cabeça desde o terceiro mês de governo, portanto há mais de 2 anos, e isso criou uma clara divisão de forças políticas na cidade. Agora, sob a ameaça de ambos perderem o cargo, eles se “dão as mãos em benefício do povo de Sorocaba…”

Para completar esse melodrama, o bolo da cereja seria Tatiane Polis se juntar aos dois.

Resta saber como o eleitor vai compreender tudo isso.

O fato é que ninguém aguenta mais tanta confusão.

Comentários

Leia também