Pedido de suspensão de contrato da merenda feito por deputado foi assinado na atual gestão e não na passada

O deputado estadual Raul Marcelo (que na eleição de 2016 foi ao 2º turno com Crespo e não foi eleito) entrou com uma ação civil pública, na tarde desta sexta-feira (18/05), no Ministério Público Estadual, contra o prefeito Crespo. Em sua representação, o deputado pede “a rescisão de todos os contratos que a Prefeitura de Sorocaba mantenha com as empresas investigadas pela Operação Prato Feito, deflagrada no dia 9 de maio”.

Atualmente, quem fornece a merenda escolar em Sorocaba é a empresa Pack Food que, segundo relatório da Polícia Federal, pertence ao Grupo Coan, investigado por fraude em licitações para fornecimento de alimentação com verba federal. “Com base em áudios, pesquisas e vigilância, o laudo pericial mostra claramente que o contrato vigente com a Pack Food, atual empresa que fornece a merenda escolar em Sorocaba, precisa ser reincidido o quanto antes diante dessas denúncias gravíssimas”, afirma Raul Marcelo, que propôs a apresentação de uma representação ao MPE.

Contrato da atual gestão

Equivocadamente, afirmei em postagem anterior, que o referido contrato foi assinado na gestão Pannunzio, no dia 28 de dezembro de 2016. A jornalista Ivana Back, Chefe de Gabinete no governo Pannunzio, me corrigiu.

Ivana Back me esclareceu: “O contrato com as empresas de merenda Pack Food e Aex Brasil foi celebrado pelo governo Crespo, precisamente pelos secretários à época, professora Marta Cassar (Educação) e Alexandre Hugo (Abastecimento) em 27/01/2017 conforme consta os mesmos no portal da transparência da Prefeitura de Sorocaba pelos links: https://api.sorocaba.sp.gov.br/pub-consulta/api/publicacao/1662/anexo/33520 e  https://api.sorocaba.sp.gov.br/pub-consulta/api/publicacao/1662/anexo/33518… Em tempo: o proprietário da Pack Food, que assina o contrato com a Prefeitura, é o senhor George de Godoy Miranda, que foi Diretor da ERJ até 2012 e depois institui outras empresas que a Polícia Federal (PF) entende terem formado o Cartel/núcleo COAN/ERJ; também é o Sr. George que aparece na gravação da PF falando, no caso da Prefeitura de São Sebastião em que outra empresa dele, a G & T Cozinha Industrial com pagamentos atrasados, que era para … cortar a carne e trocar por ovo…. Procedeu assim também com relação a Boituva e Itapira”.

Comentários

Leia também