Pesquisa Ibope/TV Tem mostra chance da eleição terminar no 1º turno com vitória de Crespo e chance da eleição ser definida em 2º turno com o segundo colocado podendo ser Raul Marcelo (favorito), Hélio Godoy ou João Leandro

pesquisaintenPesquisa Ibope contratada pela TV Tem e divulgada nesta quinta-feira (15/09) no Tem Notícias 2ª edição mostra um amplo crescimento na intenção de voto no candidato Crespo (DEM). Na pesquisa divulgada no dia 25 de agosto, antes do início do Horário Eleitoral Gratuito de Rádio e TV, Crespo tinha 26% e agora subiu para 40%. Raul Marcelo (PSOL) tinha 30% e caiu para 23%. Hélio Godoy (PRB) tinha 13% e caiu para 10%. João Leandro (PSDB) tinha 5% e pulou para 9%. Glauber Piva (PT) tinha 2% e pulou para 3%. Brancos e nulos eram 16% e caiu para 12% agora.

 

A pesquisa Ibope/TV Tem ouviu 602 eleitores entre os dias 11 e 14 de setembro. A margem de erro é de 4 pontos percentuais, para mais ou para menos. O nível de confiança é de 95%, o que quer dizer que, se levarmos em conta a margem de erro de quatro pontos, a probabilidade de o resultado retratar a realidade é de 95%. A pesquisa foi registrada no Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo (TRE-SP) sob o protocolo SP-07234/2016.

 

O que entender desses números

 

Primeiro ponto a ser entendido da pesquisa é que ela indica uma real chance da eleição terminar em 1º turno, o que seria algo inédito em Sorocaba. Na única vez em que isso ocorreu (em 2008) todos partidos se juntaram ao então candidato de reeleição do PSDB e PT e PSOL lançaram candidaturas para marcar posição.

A chance de acabar em um turno existe porque apenas 5% separam a soma dos 4 candidatos (que juntos chegam em 45%) é muito pequena perante Crespo (que sozinho soma 40%). Ou seja, se a intenção de voto em algum candidato que não seja Crespo cair (aumentando os Brancos e Nulos), isso já pode ocorrer. Vale lembrar que apenas os votos válidos são computados na conta para saber a porcentagem de cada candidato. Isso quer dizer nesta pesquisa onde Crespo tem 40%, quando levado em conta apenas os votos válidos, ele sobe para 46%.

 

O segundo ponto que chama a atenção é a força de Renato Amary. O alto índice de intenção de voto em Crespo, se levado em conta o histórico de votos de Crespo nas 4 vezes anteriores em que ele foi candidato a prefeito, só se explica pela presença constante de Renato Amary pedindo voto a Crespo. Antes de retirar sua candidatura deste pleito, havia pesquisa dando 60% de intenções de voto a Renato Amary. Ou seja, mesmo fora da urna, Amary segue muito forte.

 

O terceiro ponto a ser analisado é o fenômeno vivido por Raul Marcelo. Com apenas 18 segundos de tempo no rádio e TV, com quase que insignificantes 3 inserções diárias na grade da televisão, sem campanha na rua (apenas é forte nas redes sociais) ele se sustenta com um patamar altíssimo de intenção de voto. O fenômeno é ainda maior quando se leva em conta que Raul Marcelo não se coligou com nenhum outro partido e são apenas 30 candidatos a vereador pedindo voto a ele.

 

Rejeição e 2º turno

 

Os dados da pesquisa Ibope/TV Tem permitem, também, que seja observado um outro aspecto dessa eleição naquilo que é sentimento do sorocabano: Embora seja uma eleição bem perto de acabar no 1º turno com a esmagadora vitória de Crespo (DEM), a eleição poderá ser definida no 2º turno e ai o concorrente de Crespo pode ser pelo menos 3 dos 4 outros candidatos. Os números mostram isso. Glauber (PT) com apenas 3% coloco fora dessa corrida. Raul Marcelo (com 23%) coloco como o grande favorito a seguir para um eventual 2º turno. Mas Hélio Godoy com 10% e João Leandro com 9% estão no páreo. Godoy teria de reverter a tendência de queda, o que sempre é mais complicado. João Leandro tem de acelerar a tendência de subida. Mas ambos precisam, mesmo, derrubar Raul Marcelo. Tarefa inglória, mas possível para os dois. A favor de Hélio Godoy estão seus amenos números de rejeição que é, sem dúvida, o calcanhar de Aquiles de João Leandro que viu sua rejeição explodir.

 

Veja os números do Ibope para a pergunta: em qual candidato o eleitor não votaria de jeito nenhum. E os números são esses; Não votam em Glauber Piva – 34%; em João Leandro – 32%; em  Crespo – 25%; em Helio Godoy – 21%; e em Raul Marcelo – 20%.

 

A complicada decisão sobre qual estratégia seguir

 

Raul Marcelo, Godoy e João Leandro têm, juntos, o mesmo objetivo: que a eleição não termine em 1º turno. Separados, cada um tem o seu objetivo, ou seja, ser o adversário de Crespo no 2º turno.

Raul sem tempo de propaganda no rádio e TV e sem material na rua tem somente as redes sociais para trabalhar. Para ele, basta atacar Crespo. Mas que efeito terá com uma artilharia tão limitada?

Hélio Godoy e João Leandro além das redes sociais tem material de campanha, um time grande vereadores e tempo de Rádio e TV. Mas vão atacar quem? Crespo? Se fizerem isso, Raul que já está na frente e tem a menor rejeição se beneficia. Atacar Raul? Mas isso pode ser um risco e transformá-lo em vítima ou, o que seria pior, tirar votos do Raul, mas não ficar com eles, deixando-os com Crespo.

 

Conclusão

 

Sim, algo precisa ser feito, mas com inteligência, estratégia, bom senso e, principalmente, rapidez. A eleição acontece no domingo, em 2 de outubro, ou seja, daqui 16 dias. Dá tempo?

Crespo tem tempo de sobra (dias até a eleição e no horário da propaganda) para vencer no 1º turno. O que seria histórico.

Raul já não tem tanto tempo assim (apenas os dias até a eleição).

Hélio Godoy, João Leandro e Glauber Piva estão sem tempo até a eleição (o que torna o momento terrível para cada um deles) embora tenham na propaganda.

Ninguém pode jogar a toalha. Nada está definido. Existem apenas os favoritos.

Comentários

Leia também